21.3 C
Osasco
24/06/2019
QG Notícias | Base segura de informação e conteúdo
Esporte Home

VÍDEO DA HORA: as leoas do Nestlé rugem no Liberatão

Vôlei Nestlé nas semifinais da Superliga

A vitória de ontem sobre o Praia Clube recoloca o Vôlei Nestlé na briga semifinal da Superliga. Portanto, agora vem o terceiro jogo e tudo parelho, uma vitória para cada lado – e não poderia ser diferente. Então, cabe esse vídeo que confere toda energia da equipe no Liberatão.

Casa lotada como sempre e as meninas foram tipo leoas para cima. Show do Neslté com o Liberatão num caldeirão ensurdecedor. Por exemplo: tanto foi o adversário não encaixou o jogo e foi absolutamente na contramão daquele Praia do primeiro jogo, quando venceu no tie-break.

 

Nestlé arrasa e braçuda manda beijinho para Uberlândia

Alguns pontos o técnico Luizomar de Moura comemorava feito gol de futebol. “Em um playoff de cinco partidas o controle emocional tem um peso muito grande. Fizemos um grande jogo em Uberlândia e derrota foi doída. O Praia é o grande favorito, o time que mais investiu. Por tudo isso, nosso time está de parabéns.”

E continua: “Tivemos dois dias de trabalho, viramos rápido a página de Uberlândia e falei com as atletas: vamos para casa onde a nossa torcida vai fazer a diferença. E fez.”

Depois da batalha e para a tevê, a braçuda Tandara mandou beijinhos para vários nomes e, surpreendentemente, também para Uberlândia. Por que será, heim?

 

Agora, as leoas

CENTRAL NATI MARTINS
Jogamos com a força da nossa torcida. Isso mostra o potencial da equipe. Todas que entram no decorrer do jogo, como eu, dão o seu melhor, sempre uma ajudando a outra. Agora é voltar a jogar em Uberlândia e lutar para virar a série.

LEVANTADORA CAROL ALBUQUERQUE
Todo mundo que está entrando está jogando para a equipe. Agora a série está empatada, elas continuam como favoritas e vamos jogar a pressão pra dentro da casa delas. Sabemos que é difícil mas o importante agora é treinar e estudar o time delas para sexta-feira.

BRAÇUDA TANDARA
Fomos para Uberlândia e perdemos no detalhe, mas aqui em Osasco não deixamos isso acontecer. Soubemos aproveitar as oportunidades e a vitória veio. Empatamos e temos mais uma batalha lá – a gente vai conseguir vencer como grupo, assim como jogamos aqui dentro de casa. 

 

QUE TAL REVER O JOGO DE ONTEM?

PELA ASSESSORIA DO NESTLÉ
– Rafael de Marco

O Vôlei Nestlé defendeu muito no primeiro set. Por exemplo, Bia atingiu a marca de 100 pontos de bloqueio. Mari Paraíba e Tássia varreram o fundo de quadra para contra-ataques bem aproveitados pela peruana Ángela Leyva, maior pontuadora da parcial com 7 acertos. Para completar, o saque funcionou. Além de machucar a recepção do Praia, ainda contou com três aces – o último deles, de Nadja Ninkovic para 25/17.

O Praia voltou mais ligado e segurando vantagem média de três pontos até Mari Paraíba marcar dois pontos e empatar 9/9; as mineiras ainda conseguiram abrir mais dois (14/12) mas Tandara deixou tudo igual. Com mais um ace, Ninkovic engatou uma série de saques com direito a ace para virar e deixar o  Nestlé em vantagem, 16/14. Na sequência, Bia marcou três pontos e a equipe encaminhou a vitória – 25/23.

Para matar a pau

O Nestlé lutava mas as adversárias seguravam vantagem de quatro pontos. Quando chegaram ao 21/16 o treinador osasquense parou a partida; e apesar das boas jogadas de Carol Albuquerque (com direito a bola se segunda) e dos pontos de Tandara, o Praia ganhou por 25/20.

A situação mudou no quarto set. Com Bia no bloqueio e Tandara encaixando um ace, as donas da casa chegaram a 7/3 – e foi da oposta o décimo ponto, do fundo (10/4); o Praia encostou no 13/8 mas na sequência o time abriu 18/8 com saques matadores de Mari Paraíba.

E com um ace, Nati Martins fez 20/9. Empurrada pela festa da torcida, a equipe de Osasco seguiu com o pé embaixo para vencer traquilo com 25/14.