15.1 C
Osasco
18/06/2019
QG Notícias | Base segura de informação e conteúdo
Esporte Home

Vôlei Nestlé tem a maior torcida e a do novato Hinode Barueri vem atrás

orcida do Vôlei Nestlé, recorde de público

Equipe faz uma temporada nada a ver com a potência já mostrada em outros carnavais. Apesar dos altos e baixos na Superliga, o Vôlei Nestlé não tem do que reclamar do apoio das arquibancadas porque tem a maior torcida do Brasil.

Quem divulga é a Confederação Brasileira de Vôlei, contando cerca de 30 mil torcedores nos jogos do Neslté no Liberatão. E o recorde de público só pode ser mesmo da torcida osasquense, 4 mil no clássico contra o Praia Clube.

Se o Nestlé vai chegar ao título, muitas dúvidas; mas que a torcida já é campeã, dúvida alguma. E os números do clube são precisos quanto ao público na temporada, 28.443.

O vôlei osasquense não tem concorrência com o futebol, pois os times da cidade que formam o grupo Audax cumprem temporadas sofríveis e, assim, poucos torcedores estão se arriscando no Rochdalão.

Enquanto isso no Liberatão, arquibancadas bombando. No último dia 16, por exemplo, o clube precisou avisar que fecharia os portões do ginásio conforme a demanda.

Jogo contra o líder e invicto Praia Clube, que levou a parada e diante de uma torcida espetacular – Liberatão lotadinho da silva. Sim, não demorou muito para que os responsáveis do ginásio fechassem os portões, pois choveu torcedor.

“Ver o ginásio lotado e saber que nosso trabalho faz a alegria da população de Osasco, dá motivação extra para seguir nos dedicando ainda mais”, disse o técnico Luizomar de Moura. “Quero agradecer a torcida que vem ao ginásio em todas as rodadas nos empurrar”, completou a braçuda Tandara.

 

Vôlei Nestlé em 1º, Hinode Barueri em 2º

A história do vôlei em Osasco vem lá dos anos 90. Portanto, é mesmo uma longa estrada e com uma galeria espetacular de coquistas. Nessas duas décadas, grandes estrelas do vôlei mundial desfilaram no Liberatão com a camisa de Osasco.

Assim, ter a melhor torcida justifica essa relação histórica e de grande sucesso. Por outro lado, tem um novato nos índices da CBV e que surpreende na primeira temporada na elite nacional.

O vizinho Hinode Barueri já mostra que tem público forte no poliesportivo José Corrêa. Na totalização dos jogos em casa, a confederação conta 19.234 torcedores.

Portanto, olha aí o HB crescendo nas arquibancadas e se projetando como potência emergente. Comparando a longa e rica história de Osasco com a recente estrada barueriense, a diferença de 9.209 entre as torcidas deve ser muito comemorada pelo Hinode Barueri.

Para lembrar, em 2013 surgiu oportunidade e o Grêmio Recreativo Barueri entrou na Superliga, cumpriu a temporada do ano mas a partir de 2014 não encontrou suporte para continuar e o projeto foi para o ralo.

Dois anos depois chega o técnico José Roberto Guimarães costurando nova proposta, e em 2017 a torcida já festejava o título da Superliga B e o acesso à elite. Portanto, Barueri tem história bem recente e, assim, contar a com segunda maior torcida é mesmo surpreendente.

 

Rodada final

Quanto à Superliga, hoje tem jogaço entre líder e vice-líder fechando a 10ª rodada do returno da 1ª fase. O invicto Praia Clube recebe o Sesc Rio em Uberlândia, trombada de logo mais às 21h30.

A última etapa será em 2 de março e a torcida do Nestlé vê o time jogando fora e contra o Sesc na Arena Rio; no mesmo horário, festa prometendo no José Corrêa com as meninas do HB recebendo o líder Praia Clube.

 

Torcida de Barueri, a 2ª melhor da Superliga