Algo deu errado com a conexão!

Suzane pode ir para regime aberto após cumprir 12 dos 39 anos da pena

 Extra!
Suzane pode ir para regime aberto após cumprir 12 dos 39 anos da pena
março 08
15:33 2018

Suzane von Richthofen está presa desde 2006 e próxima de conseguir progressão para o regime aberto. Na manhã de hoje ela deixou o presídio de Tremembé para a saidinha da Páscoa.

Condenada a 39 anos pelo assassinato dos pais, desde 2015 cumpre pena no regime semiaberto. Segundo a defesa da presa, em pouco mais de um mês deve chegar a transferência para o aberto, já que ela cumpriu o tempo mínimo por lei e também por ter bom comportamento.

Em 2002 e com o então namorado Daniel Cravinho e o irmão dele, Christian, ela pactuou o assassinato dos pais Marísia e Manfred Von Richtofen, mortos a pauladas.

Suzane deve se reapresentar ao presídio na segunda-feira, 12. Os comparsas dela no crime de 2002 já estão no regime aberto.

 

Suzane e Jatobá

Outra famosa do crime e que também curte a Páscoa com a família é Ana Carolina Jatobá. Com o marido Alexandre Nardoni, responde pela morte da garotinha Isabella Nardoni em 2008.

Jatobá ouviu sentença de 26 anos e oito meses, o marido dela cumpre 30 anos e dois meses. A defesa entrou com habeas corpus no Supremo Tribunal Federal para redução das penas.

 

Crime causou impacto nacional

O assassinato de Isabella mexeu com o Brasil em 29 de março de 2008. O casal foi condenado por jogar a menininha pela janela do 6º andar do prédio onde moravam, em São Paulo.

A defesa clama por inocência e alega que o crime foi cometido por outra pessoa – alguém que teria invadido o apartamento.

No ano passado, Jatobá já comemorou progressão de pena ao ir para o regime semiaberto. No entanto, o marido dela ainda está no regime fechado no Tremembé e sem direito às saidinhas.

 

As saidinhas

Os presos do semiaberto têm benefício de cinco saidinhas por ano e podem ficar por até uma semana em liberdade, conforme o caso.

Na Páscoa do ano passado foram cerca de 3,7 mil detentos liberados no complexo penitenciário de Tremembé. No entanto, a famosa saidinha sempre gera alguma preocupação social, já que muitos presos aproveitam as ruas para o crime.

As informações sobre a saidinha do Tremembé nesta quinta-feira apontam que cerca de 2,9 mil detentos do semiaberto deixaram o complexo.

Segundo a Justiça, as saidinhas são uma interação fundamental para que o condenado vá recuperando lugar na sociedade.

No estado são cerca de 30 mil presos soltos para os principais feriados ano a ano, sendo que o da Páscoa está entre esses principais.

Compartilhar

Sobre o Autor

Marcio Silvio

Marcio Silvio

marciosilvio@qgnoticias.com

%d blogueiros gostam disto: