Sergio Moro pede exoneração do cargo antes de findar suas férias

Sergio Moro pede exoneração do cargo antes de findar suas férias
novembro 16
14:44 2018

O juiz federal Sergio Moro deixará de ser magistrado da Justiça Federal do Paraná na segunda-feira. O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), desembargador Thompson Flores, assinou, no início da tarde, o ato de exoneração de Moro, que terá vigência a partir do dia 19. O desembargador recebeu na manhã de hoje o pedido de exoneração do titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável pelos processos penais e inquéritos da Operação Lava-Jato na primeira instância.

“Assim, venho, mais uma vez, registrando meu pesar por deixar a magistratura, requerer a minha exoneração do honroso cargo de juiz federal da Justiça Federal da 4ª Região, com efeitos a partir de 19/11/2018, para que eu possa então assumir de imediato um cargo executivo na equipe de transição da Presidência da República e sucessivamente o cargo de Ministro da Justiça e da Segurança Pública”, disse Moro. No pedido de exoneração, Moro relatou que é notório o convite e sua aceitação para assumir o Ministério da Justiça a partir de janeiro de 2019, além de seu pedido de férias até a data da posse. “Houve quem reclamasse que eu, mesmo em férias, afastado da jurisdição e sem assumir cargo executivo, não poderia sequer participar do planejamento de ações do futuro governo”, disse o juiz. (Valor Econômico)

Compartilhar

Sobre o Autor

Nilson Martins

Nilson Martins

nilsonmartins@qgnoticias.com

Artigos Relacionados

Check Page Rank