QG Notícias | Base segura de informação e conteúdo

Rosa Weber, a ministra que pode fazer a diferença no Supremo

Rosa Weber, a ministra que pode fazer a diferença no Supremo
março 31
14:25 2018

Decididamente, o destino de Lula e a continuidade de prisão em segunda instância está no voto da ministra Rosa Weber. Ao contrário dos demais, a ministra  de 69 anos, só fala nos autos, e não dá entrevista, não participa de debate, de política em público e não mantém contato, fora da agenda de trabalho, com partes interessadas nos processos. É uma juíza no estilo tradicional. Há pouco mais de seis anos no tribunal, já atuou em processos de grande repercussão, mas quase sempre como coadjuvante. Nesta quarta­-feira 4, fará sua estreia como protagonista — e justamente no julgamento do habeas-corpus ajuizado pela defesa do ex-presidente Lula, que pretende evitar sua prisão imediata no caso do tríplex do Guarujá. Dos onze ministros do STF, cinco já deram sólidos indícios de que são a favor do recurso do petista e cinco mostraram claramente que são contra. Caberá a Rosa Weber desempatar a questão para um lado ou para o outro.

Não se trata apenas de um desempate. Está nas mãos da ministra decidir sobre o destino do líder da corrida presidencial e, também, da maior operação de combate à corrupção da história do país.

Sobre o Autor

Nilson Martins

Nilson Martins

nilsonmartins@qgnoticias.com