15.1 C
Osasco
18/06/2019
QG Notícias | Base segura de informação e conteúdo
Esporte Home

Oeste é abatido no Brinco de Ouro: 4 a 0 para o Guarani, campeão da A2

Vitória magistral do Guarani, campeão da série A2 do Campeonato Paulista com goleada sobre o Oeste Barueri, 4 a 0. Final disputada nesta noite no Brinco de Ouro de Campinas.

Festa dentro das quatro linhas e também nas arquibancadas, com espetáculo da torcida bugrina marcando recorde com 17.721 pagantes.

O time de Barueri fez o que pôde mas não conseguiu superar o dono da casa, muito mais pegador e determinado lance a lance, consciente da responsabilidade de marcar território.

O Oeste até que inicia com bom toque de bola e valorizando os passes, só que após os 10 primeiros minutos o Bugre parte para o cala boca e numa trama espetacular, já valendo o caneco.

Isso mesmo, golaço que nasce com Rondinelly na intermediária e lançando Erik na linha de fundo – ele cruza certeiro para Bruno Mendes que gira e manda de calcanhar, 1 a 0 aos 17 minutos.

Mas o Oeste não se entrega e vai em busca do resultado, depois de várias tentativas tem grande chegada de Raphael Luz e cara a cara com o goleiro Brígido. No entanto, na hora de festejar o empate ele é travado por Marcílio e vê a chance bater asas aos 40 minutos.

No último lance da etapa tem mais Oeste em grande jogada e desperdiçando outro empate claríssimo – invasão de Bruno Lopes na saída do goleiro, gol aberto e a zaga do Bugre no pavor para evitar mas chega tarde – Bruno Lopes toca e vê a bola teimosamente indo para fora.

Na etapa final o perigo começa com Rondinelli cobrando falta, bola no segundo pau e com Bruno Mendes mandando de cabeça e ameaçadoramente por cima.

Tem subida legal do Oeste com Bruno Lopes novamente, cabe cruzamento que Raphael Luz agradece antes de bater cruzado e mandar rente à trave.

 

Série A2 é verde e branca

Enquanto o time barueriense sonhava com o empate, chega o Bugre para dizer não e com mais um golaço: contragolpe puxado pelo meia Bruno Nazário, que limpa a marcação de Leandro Amaro antes de mandar tirombaço e ampliar, 2 a 0 aos 20 minutos.

O gol desestrutura o Rubrão e o Guarani chega com mais um belo lance de Rondinelly – o meia leva tudo na categoria, invade a área e toca por cobertura, show de bola nos 3 a 0 aos 30 minutos.

Então a torcida faz muita folia quando o ídolo Fumagalli se posiciona à beira do campo e entra no lugar do artilheiro Bruno Mendes. Última partida de Fumagalli, despedindo-se do futebol como campeão paulista.

Em homenagem ao ídolo, Baraka tira a braçadeira de capitão e a coloca em Fumagalli que, portanto, levantaria o troféu do título.

Festa no Brinco de Ouro, torcida cantando o famoso ‘é campeão’, mas ainda tem Guarani em jogo, cruzamento na área e na medida para Caíque cutucar e cravar a goleada, 4 a 0 aos 43 minutos.

A comemoração do gol se mistura com a festa do título porque tem o apito final e a série A2 é pintada de verde e branco. De quebra, o Guarani recebe prêmio de R$280 mil e vaga na Copa do Brasil.

O Oeste não fica chupando o dedo porque volta para Barueri com a taça vice-campeã e R$170 mil de consolo. O time tem pequena folga e logo volta ao batente porque na semana que vem começa a série B do Campeonato Brasileiro.