MÚSICA DA HORA: o Brasil tem muito a ver com o Dia de Portugal

 Extra!
MÚSICA DA HORA: o Brasil tem muito a ver com o Dia de Portugal
junho 10
15:00 2018

Toda comunidade lusa está festiva neste domingo 10 de junho, Dia de Portugal. O diferencial nessa comemoração é que não se limita a desfile militar e pronto. As comemorações são maiores e estendem-se para fora e com o governo levando as cores lusitanas para outros países no chamado Mês de Portugal.

Com a história vinculada ao país aniversariante, o Brasil tem muito a ver com esse dia 10. Afinal, por mais de três séculos a bandeira lusa dominou o território tupiniquim. Na época do chamado Ciclo do Ouro, por exemplo, a colônia portuguesa cresceu barbaridade por explorações aqui.

Aliás, até meados do século passado a imigração seguia entre as mais contadas no Brasil. Com laços tão antigos, naturalmente que o vínculo cultural torna-se forte, começando pelo idioma. Mas os portugueses também são responsáveis pela religiosidade católica, parte crucial da colonização e do estabelecimento do império.

Agora o Brasil vive o mês de festas juninas, sendo que essa tradição também tem assinatura portuguesa – assim como o carnaval. Indo mais além, encontram-se digitais lusitanas em outras tradições como cavalhadas, bumba-meu-boi, fandango e farra do boi, Festa do Divino e Folia de Reis.

Nos contos e lendas, quando ouvimos de cuca, bicho-papão e lobisomem, estamos também contando influências de lá. No mais, muitas brincadeiras infantis e cantigas de roda foram trazidas por eles.

A consagrada feijoada brasileira tem o cardápio adaptado de um cozido português, assim como a venerada cachaça é evolução da bagaceira lusa que derivava da uva.

Não é preciso falar da bacalhoada, mas cabe dizer a jaca e a manga foram importadas pelos colonos; na arquitetura há várias assinaturas portuguesas desde o renascimento ao neoclassicismo, o mesmo valendo para expressões artísticas como literatura, pintura, escultura e música.

Outro quesito que dispensa apresentações é o bom vinho português, um dos símbolos nacionais e que sempre fala dos bons costumes, da família e da alegria lusitana em todo lar.

Sim, o Brasil tem muito da Terra de Camões, e a Música da Hora abraça esse 10 de junho com essa maravilha na voz de Amália Rodrigues. Cantora e atriz, Amália Rebordão Rodrigues representa a alma do fado e é aclamada como a Voz de Portugal – tanto que foi sepultada no Panteão Nacional em 6 de outubro de 1999 – faleceu aos 79 anos.

 

 

 

 

Sobre o Autor

Marcio Silvio

Marcio Silvio

marciosilvio@qgnoticias.com

Artigos Relacionados

Check Page Rank