QG Notícias | Base segura de informação e conteúdo

HOOKER: Osasco campeão da Superliga em 2012, ela jogou muito e agora está de volta

 Extra!
HOOKER: Osasco campeão da Superliga em 2012, ela jogou muito e agora está de volta
maio 25
13:43 2018

Na semana passada a imprensa turca garantia que a Destinee Hooker havia assinado com o Galatasaray e a torcida estava naquele burburinho legal. Acontece que entrou Osasco na parada e a americana mudou o curso.

No fim da semana passada ela se ajustou com o Osasco Vôlei Clube e nesta sexta-feira a transação ganha selo oficial. Portanto, para a festa de terça-feira na apresentação do elenco, Hooker já é estrela confirmadíssima.

A levantadora Claudinha foi a primeira contratação e logo após ser campeã da Superliga com o Praia Clube. No entanto, é bom deixar claro que a diretoria do OVC não diz nada sobre isso, nenhuma nota sobre Claudinha e menos ainda quanto a Hooker.

Todo noticiário dos bastidores do mercado é via fontes especializadas e sem qualquer manifestação direta do clube osasquense – que prefere deixar tudo para o grande momento da apresentação.

 

E a segunda estrangeira?

Não há nenhuma notícia sobre Nadja Ninkovic. Por outro lado, a cubana Wilma Salas segue na janela do mercado internacional e, se isso for certo, estaria indicando que a sérvia não continua.

Salas também é oposta como Hooker, mas também pode atuar como ponteira. No entanto, o que há de real sobre as estrangeiras é que Osasco tem a sérvia e o retorno da americana.

Assim, caso Nincovic continue, o lance com a cubana Salas vira tiro n´água.  Ontem pintou o nome da central Yang Jie, mas hoje a chinesa já não aparece mais na vitrine de transferência.

 

Em 2012

Quando atuou em Osasco seis anos atrás, Destinee Hooker formou com um timaço, tanto que chegou à final da Superliga e demoliu o então Unilever por 3 a 0 no Maracanãzinho.

Jogaço das meninas do Sollys naquele abril de 2012 com 25 a 14, 25 a 18 e 25 a 23 e diante de mais de 11 mil torcedores. A equipe do Rio tinha Mari, Sheilla, Valeskinha e Fabi como destaques, e essa final marcou a aposentadoria da levantadora Fernanda Venturini.

No time de Osasco as feras eram Tandara, Adenízia, Fabíola, Camila Brait, Jaqueline, Thaísa. Sim, Hooker foi uma das monstronas de Osasco naquela decisão.

A temporada 2012 foi gloriosa para o Sollys, pois em outubro chegaria à final do Mundial de Clubes para emplacar 3 a 0 no Rabita Baku, do Azerbaijão. Mas Hooker já não estava nesse grupo campeão que tinha as selecionáveis Sheilla, Fabíola, Jaque, Fê Garay, Thaísa, Adenízia, Camila Brait.

Ainda sobre a americana, na final contra o Unilever ela foi a maior pontuadora com 20 pontos e o grande nome de Osasco – o ponto do título, só para carimbar, foi dela.

Após o título ela foi para o vôlei russo e naquele mesmo ano formava com a seleção americana no pódio dos Jogos Olímpicos de Londres, medalha de prata – os EUA perderam para o Brasil.

Ficou 2013 fora de jogo para ser mamãe e depois retornaria para atuar pela Ásia até ser contratada pelo Camponesa Minas em 2016, renovando para a temporada seguinte. E terminando a Superliga, agora a americana continua no Brasil e retornando ao Liberatão de Presidente Altino.

Destinee Hooker tem 29 anos, 1,91m e em setembro comemorá os 30 aninhos jogando por Osasco. Só lembrando, ela é alemã de nascimento e americana por nacionalidade. E para fechar, o título festejado pela americana em 2012 foi o último que Osasco conquistou. Só deu Rio de Janeiro de 2013 a 2017, sendo que o mineiro Praia Clube quebra esse monopólio na última edição.

 

NOTINHAS
– está confirmado para terça-feira, 29, apresentação do elenco 2018 no estádio da Vila Yolanda, mas a programação ainda não foi divulgada pela assessoria do clube.
– além de Claudinha, estão confirmadas Natasha e Walewska, todas vindas do campeão Praia Clube.

 

Sobre o Autor

Marcio Silvio

Marcio Silvio

marciosilvio@qgnoticias.com

Artigos Relacionados