Algo deu errado com a conexão!

Enquanto Audax decide a Supercopa contra o Praia em Fortaleza, no Liberatão rola o Pro Fight MMA

 Extra!
Enquanto Audax decide a Supercopa contra o Praia em Fortaleza, no Liberatão rola o Pro Fight MMA
outubro 04
22:01 2018

Em abril o Pro Fight MMA estreou em Osasco e com grande público. O saldo positivo faz a organização retornar ao Liberatão e a Secretaria de Esportes anuncia o evento para 10 de novembro.

O ginásio é reduto do vôlei feminino mas nesse dia o Osasco Audax estará em Fortaleza para decisão da Supercopa contra o Praia Clube. O time de Osasco é campeão da Copa do Brasil e vai no confronto contra o campeão da Superliga. Falando em Superliga, na semana seguinte começa o nacional.

O Pro Fight é projeto lançado em 2007 pelo professor de karatê, sensei Lourenço Santos. Desde então ele vem garantindo a batalha, tanto que o próximo evento em Osasco é o de número 41.

Um diferencial do Pro Fight é o não monopólio das lutas mistas, o famoso MMA. Rola o vale-tudo sim, mas não de ponta a ponta. O card em Osasco, por exemplo, terá lutas de boxe, karatê, jiu-jítsu (com e sem kimono); e antes deve acontecer competição de karatê infantil.

Quem curte a trocação do kickboxing não precisa reclamar porque a organização garante boas lutas de kick e na regra do K-1, inclusive. Portanto, pancadaria de alto nível na encomenda.

O card está sendo montado mas a luta principal já tem nomes: pega de MMA entre Cassiano Tytschyo e Rômulo Silva. O primeiro vem como campeão da edição anterior e já colocando o cinturão em jogo, categoria dos meio-médios. Anotado? 10 de novembro no Liberatão e com várias modalidades de lutas, não só MMA.

Sobre o Autor

Marcio Silvio

Marcio Silvio

marciosilvio@qgnoticias.com

Artigos Relacionados

Check Page Rank