15.8 C
Osasco
21/05/2019
QG Notícias | Base segura de informação e conteúdo
Esporte Home

É voltar ao Brasil e ter a casa invadida: central Adenízia apela para ladrão devolver medalhas

A casa da central Adenízia estava com o alarme desligado e isso facilitou tudo para a invasão do ladrão, ontem à noite de ontem na Vila Madalena. E o ladrão fez a feira levando vários eletrônicos e joias, mas o que mais entristece a jogadora da seleção brasileira é a perda de duas medalhas.

O bandido levou a de ouro do Grand Prix 2016 em Bangoc e a do GP do ano seguinte, também de ouro, em Nanquim. “.. roubou joias, videogame, computador, relógios.. mas isso eu compro. O que me dói são as medalhas”, divulgou a central.

Adenízia tem uma caixa com mais de 200 medalhas, todas testemunhas de uma carreira de muito sucesso, sendo que a medalha olímpica (Londres 2012) está segura num cofre.

Após renovar contrato com o italiano Savino del Bene, a central seguiu viagem para o Brasil e para se apresentar à seleção brasileira em Saquarema, Rio de Janeiro.

De 15 a 17 de maio o Brasil disputa a etapa da Liga das Nações, torneio que toma o lugar do Grand Prix e que acontece no poliesportivo José Corrêa, em Barueri.

Há imagens de câmeras de segurança que mostram um suspeito nas imediações da casa da jogadora e a polícia segue nas diligências. Mas Adenízia quer mesmo as medalhas de volta. Segundo ela divulga, todo o resto são materiais mas as medalhas são bens afetivos.

A central tem um longa história no vôlei de Osasco, apresentando-se no Liberatão de Presidente Altino quando tinha 13 anos. Em 1999 a camisa era do BCN. Quando completou 18 anos, seguia na equipe e o técnico era José Roberto Guimarães, o mesmo que comanda a seleção brasileira agora.

Na troca de técnicos em Osasco, Luizomar de Moura assumiria o lugar. E o novo treinador seguiu o investimento de José Roberto na atleta e não demorou para Adenízia explodir.

Após os Jogos Olímpicos do Rio ela se transferiu para o vôlei italiano. Essa mineira de Ibiaí está com 31 anos e desde 2012 compartilha a carreira do vôlei com a de modelo fotográfica.

 

 

📸 Filippo Rubin

Related posts

VÍDEO DA HORA: aquecimento para a noite, os melhores lances de Osasco Audax x Sesi Bauru

Marcio Silvio

BARUERI: torcida são-paulina agita boicote para ferrar Audax

Marcio Silvio

Celebridade ironiza Brasil ao falar do projeto de criminalização do funk

Marcio Silvio