21.6 C
Osasco
27/06/2019
QG Notícias | Base segura de informação e conteúdo
Esporte Home

É SÁBADO: Oeste Barueri pelo título paulista da A2

O acesso à elite do Campeonato Paulista ainda está sendo festejado em Barueri, e é nesse clima de conquista que o Oeste vai para a final da série A2 contra o Guarani. O Conselho Técnico da Federação Paulista de Futebol definiu hoje a decisão para sábado, às 19h no Brinco de Ouro.

Mas se chegou até onde chegou, não será agora que a rapaziada rubro-negra vai tirar os pés da chuteira. Quem garante é o técnico Roberto Cavalo, avisando que o Rubrão está afiado para encarar o favoritismo do Bugre em Campinas.

No mais, o campeão da A2 leva de presente vaga à Copa do Brasil. O treinador apontou que o Oeste cresceu muito nas últimas rodadas, tanto que está na final e que vai de igual para igual.

Com melhor campanha, por isso o Guarani leva a decisão para casa. E voltando a comentar decidir o título na casa bugrina, Roberto Cavalo foi direto feito coice feroz: “Não abriremos mão!”

Mas esse não abrir mão é basicamente pelo caneco mesmo. O treinador quer coroar a campanha levando o troféu para Barueri. A vaga na Copa do Brasil é legal mas o Rubrão já pisou nesse campo na temporada, assim como na série B do Campeonato Brasileiro.

Então, ser campeão, de longe é o grande sonho do Oeste, time que perdeu o grande nome na 10ª rodada, quando o meia Mazinho se lesionou para desfalcar a equipe desde então.

Sentindo a baixa, o Rubrão teve maus momentos, naturalmente, mas soube se reerguer no tempo preciso para chegar ao acesso à elite do Paulistão e à final.

Por outro lado, se a baixa de Mazinho surpreende e ganha tons misteriosos até, o técnico Cavalo tem composto muito bem a linha de frente com o substituto Raphael Luz, infernizando toda marcação com apoio feroz de Bruno Lopes.

Tem ainda um moleque que vem fazendo aquela zoeira no ataque. Apenas 18 anos, Pedrinho é apontado pelo treinador como revelação da A2. Foi dele o terceiro gol do Rubrão na segunda semifinal sobre o São Bernardo. “É um craque, é diferenciado”, resume Cavalo. “É um dos melhores jogadores do Brasil, não é exagero.”

Pedrinho chegou ao Oeste por não ter espaço no Audax, onde foi lançado no profissional. Cumpriu onze rodadas no time barueriense, assina quatro gols em momentos de definição, por isso o destaque do treinador à frieza e habilidade do moleque.

 

NOTINHA
– caso dê empate no no Brinco de Ouro, então a decisão do título vai para a marca da cal.