21.6 C
Osasco
27/06/2019
QG Notícias | Base segura de informação e conteúdo
Esporte Home

Dois anos atrás: Audax sensação do Paulista na final contra o Santos

Quem vê o Audax hoje não consegue imaginá-lo vice-campeão paulista. Mas a história está aí e registra a bela campanha da equipe de Osasco na elite estadual.

Exatamente há dois anos, em 8 de maio de 2016, o Paulistão era decidido por Santos e Audax. E deu Peixe na Vila Belmiro, 1 a 0 para pouco mais de 16 mil torcedores.

O primeiro jogo da final foi no Rochdalão em 1º de maio e ficou no 1 a 1; na partida de volta o Audax parou em Ricardo Oliveira – o craque santista deixa Bruno Silva humilhado antes de tocar na saída de Sidão e cravar 1 a 0 aos 44 minutos do 1º tempo, o gol do título.

Mas a história é implacável ao registrar o Audax pós-2016. O time entrou em desmanche, a diretoria perdeu-se totalmente e o torcedor amargou surpreendente rebaixamento do time sensação para a série A2.

Não ficou nisso, a lambança da diretoria continua e na temporada deste ano o Audax cai para a série A3. Em dois anos, portanto, a suprema corte de Osasco consegue implodir tudo.

 

Santos campeão

Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia, Lucas Lima (Paulinho) e Vitor Bueno (Ronaldo Mendes); Gabriel e Ricardo Oliveira (Joel). Técnico, Dorival Júnior.

Audax vice

Sidão; Francis (Rodolfo), Yuri, Bruno Silva (Felipe Rodrigues) e Velicka; Tchê Tchê, Camacho e Juninho (Wellington); Bruno Paulo, Mike e Ytalo. Técnico, Fernando Diniz