Crime organizado usa PF e MPF num golpe de R$2 milhões

 Extra!
Crime organizado usa PF e MPF num golpe de R$2 milhões
novembro 28
13:24 2018

Quando se fala em Polícia Federal e Ministério Público Federal, todo respeito e portas abertas. São títulos reverenciados e cujo poder é avassalador. No entanto e apesar de toda blindagem de segurança, esses brasões são vítimas do crime organizado.

Uma quadrilha vem movimentando R$2 milhões na base da carteirada. São artistas do crime que usam do talento profissional para falsificar identidades federais. Tudo muito bem trabalhado e com os criminosos também atuando de forma artística para justificar a carteirada.

Chegavam naquele aparato impactante e, assim, conseguiam vantagens. Afinal, quem vai dizer não a um delegado federal ou a um procurador da República? E eram vários deles se dando bem por aí.

Claro que os verdadeiros agentes da lei souberam das contribuições e logo a PF abriu a Operação Impostura. As diligências foram a campo hoje com a terceira fase expedindo um mandado de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão.

Esses profissionais do crime contam com uma rede importante para as falsificações e o caso está com a 3ª Vara Federal Criminal de São Paulo. A PF confirma que a quadrilha vem movimentando R$2 milhões com esse golpe mas para aí, mantendo todo caso em sigilo. Essa fase da Impostura foi executada apenas em São Paulo e os criminosos podem pegar de 5 a 15 anos de prisão.

Sobre o Autor

Marcio Silvio

Marcio Silvio

marciosilvio@qgnoticias.com

Artigos Relacionados

Check Page Rank