15.8 C
Osasco
21/05/2019
QG Notícias | Base segura de informação e conteúdo
Esporte Home

Central Thaísa enfrenta Vôlei Nestlé após mágoa de dois anos atrás

Thaísa enfrenta Vôlei Nestlé 1

A central Thaísa enfrenta o Vôlei Nestlé após deixar o clube em 2016 e depois de oito temporadas em Osasco. Na 2ª fase da Superliga o Hinode Barueri tem confronto regional com a equipe vizinha e Thaísa vai para o jogo.

No ano passado e no Mundial de Kobe, Japão, a central já estava no Brasil se tratando. Portanto, não formou com o Eczacibasi mas passou dicas que foram fundamentais para a vitória do time turco sobre o Vôlei Nestlé por 3 a 1.

Lembrando, a jogadora disputava a liga nacional na vitória sobre o Bursa por 3 a 0, mas naquele 20 de janeiro de 2017 a central tomba em quadra por lesão no joelho – ruptura parcial do ligamento lateral e de parte do menisco.

O quadro já era de espantar, só que ela foi mesmo fenomenal ao ir para o sacrifício e cumprir mais quatro rodadas no risco – pela Champions League.

Era 4 de abril e clássico contra o Fenerbahçe quando a central desaba aos gritos, lesão no tornozelo e que a tiraria definitivamente da temporada.

No Brasil ela passou por um procedimento tenso, foi apadrinhada pelo técnico José Roberto Guimarães até iniciar os treinos e ter aval para disputar a Superliga assim que recuperada.

No último dia 16 ela finalmente voltou ao jogo na vitória do Hinode Barueri sobre o Vôlei Bauru, e ontem cumpriu a segunda participação na derrota diante do líder Praia Clube.

O objetivo do Hinode Barueri era garantir o 5º lugar e agora parte para a 2ª fase contra o Nestlé. Portanto, esse duelo é uma outra história protagonizada pela central do Brasil.

 

Thaísa: diretoria mandou recado

Isso foi em abril de 2016 e logo após a Superliga. O patrocinador do vôlei de Osasco decidiu reduzir drasticamente a folha de pagamento e a ordem foi sumária: quem não se adequar está fora.

Thaísa tinha oito anos no vôlei osasquense e como estrela de brilho incontestável. Era ano olímpico, após o nacional a central entrava naquela concentração para o Rio 16, só que teve esse atropelo que a pegou de surpresa.

A jogadora tinha contrato assinado por mais duas temporadas com o Nestlé e se apresentar à seleção brasileira. Foi quando recebeu o recado do empresário, que o salário sofrera corte importante.

As outras estrelas do clube aceitaram a redução e continuaram – como até hoje. No entanto, Thaísa não se submeteu à nova ordem por não concordar com o procedimento da cartolagem. Além dela, a também central Adenízia disse não e foi embora para o vôlei italiano.

Thaísa não gostou de ser avisada com recado. Já com a seleção brasileira, ela disse que a diretoria tinha como falar com ela diretamente, principalmente o técnico Luizomar de Moura.

Sim, tudo é passado, mas é bom falar desse encontro da central com o ex-time. Pode não ter nada a ver, mas também pode rolar um gostinho de revanche caso o HB elimine o poderoso Nestlé.

 

Os oito da 2ª fase

1 Praia Clube 61 pontos
2 Sesc Rio 57
3 Camponesa Minas 48
4 Vôlei Nestlé 44
5 Hinode Barueri 37
6 Fluminense 37
7 Pinheiros 31
8 Vôlei Bauru 29

ELIMINADOS
São Caetano
Brasília Vôlei

REBAIXADOS PARA A SUPERLIGA B
Valinhos
Sesi Santo André

 

As quartas de final

Vôlei Nestlé 5º x Hinode Barueri 4º
Praia Clube 1º x Vôlei Bauru 8º
Camponesa Minas 3º x Fluminense 6º
Sesc Rio 2º x Pinheiros 7º

Related posts

Supremo avança sobre fim de foro privilegiado para políticos, ministros, juízes e outros

Nilson Martins

Da TV de Osasco para a Liga dos Campeões

Marcio Silvio

ONU: 1 ano após tragédia, Brasil não fez nada de eficiente em Mariana

Marcio Silvio