16.5 C
Osasco
20/05/2019
QG Notícias | Base segura de informação e conteúdo
Esporte Home

Bradesco Osasco recebe líder que tem ex-Vôlei Nestlé

02. Bradesco Osasco enfrenta Londrina Vôlei

As meninas do Bradesco Osasco vão para a última rodada da 1ª fase da Superliga B e recebem o líder Londrina, equipe que está sendo trabalhada por uma ex-Vôlei Nestlé.

Para ser mais exato, uma ex-Osasco, já que Elisângela defendeu a camisa da cidade na temporada 2007 e como Finasa. Deu sequência na carreira até retornar à cidade em 2015 e pelo Vôlei Nestlé.

 

[wp_ad_camp_1]

 

Dentro de quadra a oposta atendia por Lili, hoje é uma executiva do vôlei e responsável pelo projeto que coloca Londrina na vitrine da Superliga B – invicto na 1ª fase.

Naquela passagem por Osasco a oposta acabou sendo penalizada pelo sistema de ranqueamento da Confederação Brasileira de Vôlei, sendo impedida de disputar a Superliga.

Três aos depois, agora aposentada das quadras mas não do vôlei, Elisângela gerencia o sucesso do Londrina que segue muito bem cotado para o acesso à elite nacional.

“Nos últimos anos já pensava no que fazer após encerrar a carreira. Então dei entrada num projeto voltada para a base aqui em Londrina”, conta a ex-Osasco, apontando para a cidade natal.

E continuou: “Estou adorando tocar esse projeto. Queria continuar no mundo do vôlei depois que parasse de jogar. Cuido da parte administrativa e do relacionamento com o patrocinador.”

 

Casa é do Bradesco Osasco, favoritismo não

O Londrina é comandado pelo técnico Rogério Portela e está concentrado para o jogo de amanhã contra o Bradesco Osasco, às 19h no Jardim Cipava, zona Sul

É a rodada final da 1º fase que às 18h tem São José dos Pinhais x Cefa/RS, com Curitiba e Lavras/MG completando a agenda às 19h30.

Osasco é o 4º colocado mas pode perder a posição já que empata com Lavras e com o gaúcho Cefas, todos com 3 pontos. Esses quatro vão para repescagem por duas vagas nos playoffs que já têm Londrina e Curitiba – os dois primeiros garantem-se automaticamente nas semifinais.

Ainda sobre Elisângela, iniciou no Grêmio Londrinense em 1993 e cinco anos depois estava no Rexona; em 2004 foi para o italiano Siciliani, sendo que duas temporadas depois apresentava-se ao Finasa Osasco.

Teve passagem pelo japonês Hisamitsu Springs até voltar ao vôlei de Osasco em 2015. E depois daquela papagaiada da CBF com o ranking, foi para o São Bernardo onde encerrou a carreira.

Sim, Lili vestiu a camisa amarelinha. E começou colecionando títulos na categoria juvenil em 1996, indo para a equipe principal em 1999. Lili é Elisângela Almeida de Oliveira, 38 anos e que no ataque chegava a saltar 3,02m.

 

Campanha das meninas

1ª RODADA
25 de janeiro: São José dos Pinhais 3 x 1
2ª RODADA
3 de fevereiro: 1 x 3 Lavras
3ª RODADA
dia 8: Cefa 1 x 3
4ª RODADA
dia 24: 0 x 3 Curitiba
5ª RODADA
– amanhã, 3
18h São José dos Pinhais x Cefa
19h Bradesco Osasco x Londrina
19h30 Curitiba x Lavras

 

Classificação

1 Londrina 12 pontos
2 Curitiba 9
3 São José dos Pinhais 6
4 Bradesco Osasco 3
5 Lavras Vôlei 3
6 Cefa 3

 

25. Bradesco Osasco toma pau do Coritiba

 

Related posts

COPA SP: cobrança de ingressos e reforço da PM na Arena Barueri para Corinthians x Flamengo

Marcio Silvio

MARGINAIS: Juiz dá prazo de 72 horas para prefeitura se manifestar sobre redução de velocidade

Marcio Silvio

TERMINA NO NINHO: Coruja Audax batalha mas perde outra

Marcio Silvio