15.9 C
Osasco
17/07/2019
QG Notícias | Base segura de informação e conteúdo
Esporte Home

Hinode Barueri vota contra ranking do vôlei e com Sheilla na área

Hinode Barueri vota contra ranking da CBV

O Hinode Barueri é contra o ranking da Confederação Brasileira de Vôlei. Ontem a entidade reuniu os dez colocados da 1ª fase da Superliga para votarem o sistema, a maioria foi a favor da regra mas o HB bateu contra.

O Praia Clube também disse não. Portanto, dez a favor e dois contra. O resultado mostra como os clubes estão emparelhados com a CBF pelo ranking, ainda que as principais jogadoras condenem.

Então o jogo segue com cada time podendo ter duas 7 pontos; abaixo dessa pontuação não há limites e o critério para estrangeiras está mantido com duas por equipe.

Os dez clubes que participaram são Praia Clube, Sesc Rio, Minas, Vôlei Nestlé, Hinode Barueri, Fluminense, Pinheiros, Bauru, São Caetano e Brasília.

Ficaram de fora os rebaixados Valinhos e Sesi Santo André. Aliás, a diretoria do ABC já avisou que para a próxima temporada estará fechando com Bauru.

 

Sheilla foi como convidada e estaria próxima do HB

A oposta Sheilla atendeu convite da CBV. Uma das grandes baixas do vôlei brasileiro desde o Rio 16, disse que ainda não sabe se voltará às quadras.

No entanto, ter ido à reunião de ontem pode ser visto como importante sinal que a oposta não vai aposentar as mãos.

No mais, ela segue de tititi com o técnico José Roberto Guimarães, seleção brasileira à parte. No final do ano passado os dois tiveram longa conversa em Barueri, e o papo segue.

 

Barueri fica sem estrelas após a Superliga?

O panteão de hoje do HB pode se desfazer após o nacional. Com exceção da ponteira Jaqueline, as estrangeiras Kasia e Lloyd não devem continuar, o mesmo valendo para a central Thaísa.

Mas esse cenário pode ser o apropriado para a volta de Sheilla, que não é mais ponto 7 (talvez tenha ficado fora de jogo para isso mesmo); e Jaque também foi rebaixada.

Outra situação é que o time não tem nenhuma nível 7 e, claro, deve esquentar o mercado em busca de uma. Que vai formar outro timaço, vai.

As que estão no topo são a levantadora Dani Lins, as centrais Fabiana e Thaísa, as ponteiras Fê Garay, Gabi Guimarães e Natália, mais as opostas Natália e Tiffany.

 

NOTINHA
– ontem teve um terceiro voto contra, o de André Heller, presidente da Comissão dos Atletas; e sobre a categoria masculina que caminha para banir o ranking, a CBV define no próximo dia 20.

 

Hinode Barueri vota contra ranking da CBV