15.8 C
Osasco
21/05/2019
QG Notícias | Base segura de informação e conteúdo
Brasil Geral Home

Barueri e Osasco com 43 homens do Exército na fronteira com Venezuela

As Forças Armadas estão na Operação Acolhida, ação do Brasil para com os refugiados da Venezuela. O batalhão de 500 militares é formado por forças da 12ª Brigada de Infantaria Leve em Caçapava e que conta com quartéis em Lorena e em Pindamonhangaba; tem ainda o quartel em Valença e, da região Oeste Metropolitana, unidades de Barueri e de Osasco entram em formação com 43 homens.

Como se trata de uma ação das Forças Armadas, o contingente tem presença da Força Aérea e da Marinha. Os 500 militares seguem em três levas para Roraima até quinta-feira, onde ficarão por três meses prestando ajuda humanitária na fronteira com a Venezuela.

Segundo levantamento das Forças Armadas, estima-se que são cerca de 40 mil imigrantes em Boa Vista, a grande maioria de venezuelanos. Lembrando, essa fuga para o Brasil começou em 2018.

Esse número importante de imigrantes impacta Boa Vista que passa a ter uma população agregada que é maior que as demais cidades do estado – a capital conta 332 mil habitantes originais.

O 4º Batalhão de Infantaria Leve de Osasco, Jardim Quitaúna, está na operação com 14 infantes; do Jardim Belval em Barueri, o Grupo de Artilharia de Campanha Leve (Grupo Bandeirantes) manda 29 artilheiros. Toda logística para essa grande ação humanitária das Forças Armadas foi trabalhada no 4º BIL na segunda semana deste mês.

Related posts

Termina no Geodésico: 6ª derrota seguida do Basquete Osasco

Marcio Silvio

PERU: torcida é destaque na estreia vitoriosa e Luizomar quer seleção mais concentrada hoje

Marcio Silvio

Apesar da surra, Oeste Barueri se segura na liderança da A2

Marcio Silvio