OSASCO: 70% dos garis estão coletando lixo; apenas 30% estão em greve

Março 25
17:20 2015

Em Osasco, os trabalhadores da limpeza urbana,  assim como em mais 131 cidades no Estado de São Paulo, são apenas 30% que estão de braços cruzados. Para o presidente do Siemaco (Sindicato Trabalhadores em Empresas de Asseio e Conservação de Osasco e Região), Assil Aparecido Kraide, a paralisação é para garantir um reajuste salarial digno e que possa suprir o mínimo necessário para a casa do trabalhador. “O Siemaco Osasco, por diversas vezes tentou de forma amigável que este direito fosse respeitado, porém na última reunião dia em 20 de março,  os patrões ofereceram 6,5%, um percentual bem abaixo do esperado. Por isso mantivemos o estado de greve”, explica Assil. Desde segunda-feira os garis da limpeza estão parados, mas apenas 30%, devido determinação da Justiça do Trabalho que obriga que pelo menos 70% mantenham a limpeza pública. O Siemaco, se desrespeitar a determinação, sofrerá multa diária de 100 mil reais. “Ontem os patrões fecharam a questão em 7,68%, a Justiça Trabalhista ofereceu a opção de 9,5%; seriam apenas 57 reais a mais e eles – patrões –  alegam não terem condições para aceitar a proposta e fechar acordo”, garantiu Assil Kraide ao QG Notícias . – (Nilson Martins)

Sobre o Autor

admin

admin