QG Notícias

Deputados pretendem modificar Estatuto do Desarmamento

maio 13
21:29 2015

Deputados defenderam hoje  um “debate desapaixonado” sobre o projeto que revoga o Estatuto do Desarmamento (PL 3722/12). A proposta foi debatida em audiência pública realizada pela comissão especial que discute a matéria, encerrada há pouco e  foi lançada pelo deputado Alessandro Molon (PT-RJ). “Precisamos de um debate racional e desapaixonado”, disse. O presidente da comissão, deputado Marcos Montes (PSD-MG), foi na mesma linha. “Estamos tentando fazer isso. Os debates sempre terão visôes diferentes”, afirmou Montes, em relação às audiências públicas que o colegiado está realizando.

Pouco antes de Molon a Montes falarem, o deputado Subtenente Gonzaga (PDT-MG) defendeu a manutenção do Estatuto. Segundo ele, entidades de policiais são favoraveis à manutenção da norma. Ele citou como exemplo o Conselho Nacional de Comandantes Gerais, que reúne a cúpula de policiais militares do País.

Gonzaga admite que o Estatuto pode ser alterado, mas em aspectos pontuais. Ele citou o período de renovação do porte exigido pela lei, hoje de três anos. Segundo o deputado, esse prazo poderia ser um pouco maior. Outro ponto seria o direito de pessoas que moram no interior, não beneficiadas por políticas de segurança pública, ter o direito de portar armas.