Protestos a favor e contra Lula no Fórum Barra Funda causa interdição e ação da PM

Fevereiro 17
16:59 2016

O protesto que reúne manifestantes pró e anti-Lula em frente ao Fórum Criminal da Barra Funda, em São Paulo, teve tumulto por volta das 11h, quando houve bate-boca e uma militante da Central de Movimentos Populares (CMP) ficou com a cabeça machucada, após ser atingida por uma pedra. Os grupos foram separados por grades pela Polícia Militar. O fórum está fechado para o público e a avenida Doutor Abrahão Ribeiro ficou interditada.

Segundo movimentos sociais, a militante foi atingida por uma pedra atirada por manifestantes contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ela foi levada para a enfermaria do fórum. O incidente gerou trocas de provocações entre grupos contra e a favor o presidente Lula. Foram arremessados ovos e garrafas. Um manifestante a favor de Lula tentou arrancar uma faixa a favor da PM paulista trazida por um grupo a favor da intervenção militar. Do carro de som, um militante da CUT pediu para seus companheiros não caíssem nas provocações.

Os grupos de manifestantes começaram a chegar ao fórum no início da manhã de ônibus, com bandeiras e faixas. Eles foram surpreendidos pela decisão do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), que deferiu pedido liminar para suspensão do depoimento de Lula e da mulher dele, Marisa Letícia.

O ato pró-Lula foi organizado pela Frente Brasil Popular, que reúne entidades sociais e sindicais, entre elas a CUT. A central sindical levou para a capital paulista grupos da CUT de diversos estados como Ceará, Bahia, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Mato Grosso. Representantes de partidos — PT, PC do B e PCO — também participam do protesto. (Ag. O Globo)

Sobre o Autor

admin

admin