QG Notícias

IMAGENS DA HORA: há 73 anos o Dia D mudava a história

 Extra!
IMAGENS DA HORA: há 73 anos o Dia D mudava a história
junho 06
08:38 2017

Um soldado aos 20 anos de idade naquele 6 de junho de 1944, se vivo, passa dos 90 anos. O tempo se vai e leva consigo os atores que atuaram num palco sangrento e num período cruel da história moderna. A 2ª Guerra Mundial teve ponto de xeque-mate com essa operação monstruosa das nações aliadas contra a Alemanha Nazista, operação que hoje completa 73 anos.

Conhecida como Dia D,  o nome militar de fato era Operação Overlord e que teve no comando os Estados Unidos, o Reino Unido e o Canadá. Outros países participaram desse que até hoje está no topo como a maior atividade marinha mundial.

O desembarque na Normandia pegou os alemães em conflito tático porque Hitler apostava num ataque mais pelo norte, enquanto o generalato alemão apontava para a Normandia. No entanto, prevaleceu a aposta do pai do nazismo e isso foi decisivo para o sucesso da operação aliada – a inteligência alemã foi vergonhosamente enganada por uma farsa dos aliados que tirava a Normandia como alvo.

Lembrando que era a Alemanha contra o resto do mundo e que a máquina nazista já estava muito abalada por conta da derrocada sofrida para os soviéticos na Batalha de Stalingrado meses antes. Portanto, tudo ajudou as forças aliadas naquele 6 de junho.

Nas águas de abordagem, 1.200 navios para o desembarque anfíbio de 5 mil embarcações. No total, 160 mil soldados cruzaram o Canal da Mancha rumo às praias francesas. Nos meses seguintes, mais de 3 milhões de soldados terminariam a limpeza do nazismo pela Europa.

Hitler havia levantado o Muro do Atlântico nas costas de Calais (o generalíssimo Erwin Rommel sinalizava a Normandia). Mas mesmo sendo surpreendida a força alemã tinha mais de mil canhões de assalto protegendo a área do desembarque, mais de 2 mil tanques e, além disso, minas tomando conta de uma vasta área, mais casamatas com metralhadoras espetaculares.

Um dia antes do desembarque, operação aérea levou paraquedistas além das forças inimigas e, portanto, os ataques começaram por infiltração, desorientando o sistema defensivo alemão. Mais de 10 mil aviões aliados participaram dessa estratégia e despejando 23 mil paraquedistas americanos e britânicos sobre o território ocupado.

Todo ano há celebração dessa vitória na França, mas a cada ano o número de veteranos fica bem mais reduzido. Governos de todos os países envolvidos no Dia D participam da cerimônia anualmente. A batalha na Normandia durou três meses e resultou em 37 mil mortes entre os aliados para 50 mil alemães.

📸 Arquivo Nacional dos Estados Unidos

Compartilhar

Sobre o Autor

Marcio Silvio

Marcio Silvio