Em último momento prefeito de Barueri tem análise de seu afastamento retirado da pauta do Supremo

Em último momento prefeito de Barueri tem análise de seu afastamento retirado da pauta do Supremo
outubro 01
12:52 2015

O  Habeas corpus concedido, em março de 2015, ao prefeito de Barueri Gil Arantes (DEM), que seria analisado pelo Supremo Tribunal Federal, ontem, por incrível que pareça, foi retirado da pauta. Inicialmente o julgamento até teve inicio a semana passada, quando foi marcada uma sessão extraordinária, para que a bancada de ministros analisasse todo o processo em que o Ministério Público de São Paulo requer o afastamento de Gil da prefeitura, mas a interferência da vice-presidente da Procuradoria Geral da República fez com que Lewandowski transferisse a sessão. Ele até  foi afastado por duas semanas. Teve de deixar o posto por determinação do Tribunal de Justiça de São Paulo, que o tornou réu por 63 crimes de lavagem de dinheiro e desvio de verba pública, além de improbidade administrativa. Gil já teve os bens bloqueados e pode ser condenado a devolver 26 milhões de reais aos cofres do município. Num total de 63 crimes no processo, Arantes é investigado como chefe e beneficiário de um suposto esquema de desapropriação superfaturada de imóveis. Mas, um  habeas corpus concedido pelo presidente do Supremo, ministro Ricardo Lewandowscki, o trouxe de volta ao poder executivo. O caso é tão grave que essa semana o telejornal da Rede Globo noticiou o fato. De resto, é aguardar e torcer que se faça justiça nesse caso.

Sobre o Autor

admin

admin

CONTAGEM PARA 2018