Em nova operação, Polícia Federal prende amigo de Lula José Carlos Bumlai

novembro 24
11:41 2015

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira a 21ª fase da Operação Lava-Jato denominada “Passe Livre”. Na ação, foi preso preventivamente o pecuarista José Carlos Bumlai, no Hotel Golden Tulip, em Brasília. Ele iria depor hoje na CPI do BNDES, que investiga operações envolvendo o banco, por isso viajou ao Distrito Federal. Amigo do ex-presidente Lula, o empresário é acusado de envolvimento em fraude no contrato para a operação do navio-sonda Vitória 10.000.

São cumpridos ainda 25 mandados de busca e apreensão e seis mandados de condução coercitiva, em São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Ao todo, 140 policiais federais e 23 auditores fiscais participam da ação.

De acordo com a Polícia Federal, a fase foi deflagrada a partir de investigações das circunstâncias de contratação de navio-sonda pela Petrobras, com “concretos indícios” de fraude em licitação.

A prisão de Bumlai foi decretada pelo juiz Sérgio Moro. O pecuarista foi levado para a Superintendência da Polícia Federal, em Brasília, e nas próximas horas será encaminhado para Curitiba. (Estadão)

Sobre o Autor

admin

admin