CRISE: OAB São Paulo suspende mais de mil advogados por inadimplência

CRISE: OAB São Paulo suspende mais de mil advogados por inadimplência
novembro 11
23:46 2017

A edição de segunda-feira (6/11) do Diário Oficial do Estado de São Paulo traz mais de mil acórdãos com punições por inadimplência aplicadas pelo Tribunal de Ética e Disciplina da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil. Em todas as decisões, foi definida suspensão do exercício profissional por 30 dias. Esse período pode ser prorrogado até que a dívida seja paga.

A seccional paulista da OAB tem mais de 302 mil advogados inscritos, sendo 287 mil são inscrições principais, 7,2 mil complementares e 8,3 mil de estagiários. Ao todo, são 1.039 acórdãos, mas cada peça não se refere a uma anuidade necessariamente, podendo conter mais de uma dívida.

Segundo o presidente do TED da Ordem paulista, Fernando Calza de Salles Freire, há 90 mil ações sobre esse assunto pendentes de julgamento. O Tribunal de Ética paulista tem um estoque processual de 110 mil feitos, complementou o advogado, com dados de dezembro de 2016.

Ele detalha ainda que, a cada ano, chegam, em média, 12 mil novas representações ao TED da OAB-SP. Em 2015, a Ordem paulista gastou R$ 2,8 milhões com cobranças de anuidades. O orçamento de 2016 da seccional não detalha os valores gastos com essas situações. (conteúdo Conjur)

Compartilhar

Sobre o Autor

Nilson Martins

Nilson Martins

CONTAGEM PARA 2018