Carro do acidente que causou a morte de Cristiano Araujo e namorada estava a 180 km/h

agosto 31
17:18 2015

Um relatório técnico da Land Rover, fabricante da Range Rover, carro do cantor Cristiano Araújo aponta que o veículo estava a 179 km/h no momento do capotamento que matou o sertanejo e a namorada, Allana Moraes, de 19 anos. A informação foi dada ao G1 pelo delegado responsável pelo caso, Fabiano Henrique Jacomelis. Segundo ele, o laudo sobre as causas do acidente ainda não foi concluído. Segundo o investigador, esse dado ficou registrado na “caixa preta” do veículo cinco segundos antes do acionamento dos airbags do carro. As informações foram retiradas do módulo e enviadas para a Inglaterra, onde foram analisadas. “Esse número corrobora com os depoimentos das testemunhas ouvidas no inquérito, inclusive a do próprio motorista, que assumiu estar acima da velocidade permitida”, explicou o delegado.

Jacomelis explicou ainda que é necessário esperar a conclusão do laudo pericial da polícia. “A velocidade que vale na investigação é do laudo, que analisa a zona de impacto e frenagem, por exemplo”, relata. Se confirmado o excesso de velocidade, o condutor do carro, Ronaldo Miranda, de 40 anos, pode ser indiciado por homicídio culposo. Se condenado, a pena varia de 2 a 4 anos. O advogado de defesa de Ronaldo, Djalma Pereira Rezende, disse ao G1 que não vai se pronunciar no momento, pois ainda não teve acesso ao relatório técnico da fabricante do veículo.

Depoimento
Ronaldo, que conduzia o carro durante o acidente confirmou em depoimento à Polícia Civil que seguia acima da velocidade máxima permitida no trecho da BR-153, em Goiás, que era de 110 km/h. O condutor afirmou ainda que perdeu o controle do carro depois que um dos pneus estourou. “Ele disse que estava correndo um pouco, mas não soube precisar exatamente qual era a velocidade no momento do acidente, já que o carro era muito potente e ele não percebeu o excesso. Ele também informou que ouviu um barulho de pneu furado e, em seguida, perdeu o controle”, relatou o delegado na época do acidente. (Conteúdo G1)

 

Sobre o Autor

admin

admin

CONTAGEM PARA 2018