Árbitros do brasileirão podem entrar em greve pela perda ao direito de arena

agosto 07
18:21 2015

A Associação Nacional de Árbitros de Futebol (Anaf) se reunirá na tarde desta sexta-feira, em um hotel da zona Oeste do Rio de Janeiro, para debater possíveis medidas em resposta ao veto da presidente Dilma Rousseff ao item da Lei do Futebol (13.155) que destinava 0,5% dos direitos de arena aos árbitros. O direito de arena ou de imagem é um percentual recebido, por exemplo, por jogadores por sua exposição no evento esportivo. Os árbitros, por meio do sindicato, teriam direito a 0,5% sobre o valor dos contratos de transmissão.

Segundo o presidente da Anaf, Marco Antônio Martins, uma das possíveis manifestações que serão debatidas é a paralisação geral dos árbitros. Se o movimento grevista se confirmar, todos os jogos do Campeonato Brasileiro não ocorrerão. “Vamos participar de uma assembleia, e a minha posição é de greve. Temos que tomar uma medida drástica”, disse, em entrevista à rádio Itatiaia. Outras alas da entidade, contudo, são contrárias à greve e preferem dialogar para encontrar outra saída.

A Anaf classificou a medida da presidente Dilma como “ridícula”

“A Anaf repudia tal atitude da presidenta que é a líder de um governo que se dizia ao lado dos trabalhadores, mas que vem retirando conquistas históricas dos trabalhadores e ao mesmo tempo impedindo que novas sejam efetivadas”, disse a entidade, em nota.

Sobre o Autor

admin

admin

CONTAGEM PARA 2018