Vôlei Nestlé com cinco derrotas na Superliga

 Extra!
Fevereiro 13
22:14 2016

Quando o sempre forte vôlei de Osasco acumulou cinco derrotas numa Superliga Feminina? É o que acontece nesta temporada com o Vôlei Nestlé, amargando a quinta derrota no nacional, dessa feita para o Minas Tênis, jogo de ontem à noite em Belo Horizonte e com a equipe local matando a paulista por 3 a 1.

É o pior momento do vôlei de Osasco numa Superliga, que no 1º turno teve a primeira derrota em novembro para o Brasília, 2 a 3, sendo que na sequência cairia em Uberlândia diante do Praia Clube, 1 a 3. Essa segunda derrota foi em 4 de dezembro, e na rodada viria outro golpe desesperador para a torcida, outra derrota, dia 8, 3 a 1 para o Minas Tênis – e no Liberatão de Presidente Altino.

A dureza não pararia aí, pois no fechamento do turno, 18 de dezembro, a quarta derrota, 3 a 0 para o Rexona Rio e novamente diante da torcida no Liberatão.

Na retomada do campeonato já em 2016, depois de duas vitórias vem outra sacolada com o Rio do Sul fazendo 3 a 2 em Lages, colocando o favorito Vôlei Nestlé no saco. Mas em seguida foram duas vitórias de reabilitação até o duelo de ontem em Belo Horizonte contra o Minas, que repete um grande vôlei para bater Osasco e manter o time de Luizomar de Moura na freguesia.

Se há uma boa notícia para a torcida é que apesar dessa quinta pancada o time segue em 4º lugar com 41 pontos, dois atrás do Minas, 3º colocado; o vice-líder é o Praia Clube com 45 pontos, com o Rexona Rio na ponta com 51.

Ontem contra o Minas, jogo muito bem disputado e os quatro sets valorizaram sobremaneira a vitória da equipe da casa. O 1º set ficou em 26 a 24, com Osasco reagindo no set parcial com vitória por 25 a 21; mas nas parciais seguintes o Minas tomou conta e errou menos fazendo 25 a 20 e fechando a parada com 25 a 23.

Agora Osasco segue perseguindo o terceiro lugar que pertence ao Minas, e o passo imediato para chegar lá é se reabilitar em cima do Sesi da Vila Leopoldina – que também faz uma campanha irreconhecível, 7º colocado com 26 pontos para 8 vitórias e 11 derrotas.

Como volta a jogar no Liberatão e contra um Sesi que anda ruim das mãos, o Vôlei Nestlé aposta geral para somar mais três pontos. No entanto, o time da Vila Campesina também sabe que Osasco está com muitas falhas e fará de tudo para atuar em cima desses erros. No mais, o Minas Tênis mostrou direitinho como fazer isso.

Vôlei Nestlé e Sesi jogam na próxima terça-feira, 16, às 19h30 no Liberatão. “Apesar do resultado, nosso time lutou bastante e mostrou que está unido”, considerou a central Thaísa, amenizando o impacto do placar negativo. “Agora é continuar trabalhando, treinar bastante e pensar nos próximos adversários. Tenho certeza que vamos chegr bem na fase decisiva da Superliga”, garantiu a xerifona do time. (Márcio Silvio)

8ª RODADA
Minas 3 x 1 Vôlei Nestlé
Valinhos 3 x 2 Sesi
Pinheiros 3 x 1 Bauru
São Caetano 2 x 3 Rio do Sul
Brasília 3 x 0 São Bernardo
Praia Clube 1 x 3 Rexona Rio

Sobre o Autor

admin

admin

CONTAGEM PARA 2018