Vôlei de Osasco joga por água a Governador Valadares

 Extra!
novembro 24
16:15 2015

Hoje tem rodada da Superliga Feminina e o Vôlei Nestlé joga às 21h contra São Caetano, 4ª rodada do nacional no Liberatão de Presidente Altino. No entanto, esse duelo é diferenciado para as meninas de Osasco porque o time está solidário a Governador Valadares, cidade mineira e prejudicada pela tragédia de Mariana – o Rio Doce foi atingido compromete o abastecimento de água por toda aquela região.

Desde as 10h de hoje que o Liberatão está recebendo doações para Governador Valadares. As meninas do vôlei pedem água potável, em galões ou em garrafas, e quem não pode colaborar no horário comercial, até as 17h, tem a opção de ir para o jogo e então fazer a entrega.

Quem puxa essa corrente do bem é a central Adenízia, cuja família é de Governador Valadares. “Nós que estamos distantes não sabemos da dimensão do problema”, justificou. “Estou em contato diariamente com minha família e realmente as pessoas estão precisando de ajuda. Peço que a torcida de Osasco se junte com o Vôlei Nestlé para que ajudem nesta campanha trazendo o quanto puderem de água potável e com orações.”

Quanto à Superliga, o time de Adenízia vai para a quarta rodada e contando três vitórias nessa fase inicial. Iniciou batendo o Rio do Sul por 3 a 1, depois fez 3 a 0 no Bauru e repetiu o placar contra São Bernardo.

Hoje contra São Caetano, além de jogar por água a Governador Valadares, a equipe de Osasco também reforça a campanha Novembro Azul e as meninas entram com uma faixa destacando “Drible o Preconceito”, chamada para os homens que ainda ficam naquela de não encarar o exame de próstata.

A central Adenízia segue fora de jogo, recuperando-se de lesão no pé esquerdo. Ela é mineira de Ibiaí e foi criada em Governador Valadares. O invicto Osasco recebe um time que bateu o forte Sesi na rodada passada, 3 a 1. Portanto, não é preciso destacar que o visitante entra no Liberatão disposto a surpreender outro favorito.

“Nesse confronto, a cobrança pela vitória está do nosso lado e será um jogo difícil porque o rival possui um time com qualidade e jogadoras que trabalhei e conheço bem”, comentou o técnico Luizomar de Moura, referindo-se às atletas Ana Maria, Lia, Silvana, Soninha e Larissa.

“O Vôlei Nestlé foi a equipe contra quem mais jogamos nesse ano”, completou Haírton Cabral, técnico do São Caetano. “As equipes se conhecem bem, sabemos da qualidade delas, mas vamos em busca do melhor resultado possível em Osasco.” (Márcio Silvio)

HOJE
18h30
Brasília x Sesi
19h30
Valinhos x Praia Clube
Minas x Pinheiros
Rexona Rio x Rio do Sul
Bauru x São Bernardo
21h
Osasco x São Caetano

 

 

Sobre o Autor

admin

admin