Só alegria na Superliga e com camisetas à venda

 Extra!
novembro 18
16:29 2015

Vôlei Nestlé coleciona vitórias nas três rodadas iniciais da Superliga Feminina e com as jogadoras esbanjando alegria em quadra. A estreia foi com 3 a 1 no Rio do Sul, na rodada seguinte passou por Bauru com 3 a 0, e ontem no Liberatão de Presidente Altino a equipe de sainha repetiu o placar vitorioso, dessa vez contra São Bernardo.

A levantadora Diana fez uma grande partida e ontem foi a melhor do jogo – ela entrou no lugar da titular Dani Lins. No quesito pontuação, a cubana Kenia Carcaces mandou geral com 16 pontos (foto acima).

O técnico Luizomar de Moura sabia que o adversário não ofereceria perigo e deu um refresco para Dani Lins, que entrou como reserva. “Fiquei feliz quando soube que começaria jogando. Estava bastante focada e nessa temporada o Luizomar está tendo a oportunidade de mexer com todo mundo”, comentou Diana.

A central Adenízia segue fora de ação e cuidando de se recuperar de lesão no tendão do pé esquerdo. E do outro lado da quadra estava a oposta Elisângela, que havia sido campeã paulista com o Vôlei Nestlé.

Ela precisou deixar o time por conta da pontuação no ranking da Confederação Brasileira de Vôlei. Estava já indo para a aposentadoria quando apareceu oportunidade de jogo no São Bernardo. Ontem no Liberatão, Lili foi recebida com carinho pelas colegas de Osasco e também pela torcida.

E quanto ao torcedor, a notícia fica para a camiseta do time que já está à venda. Mas o torcedor só encontra em loja virtual. Para efetuar a compra tem que entrar no voleistore.com.br e seguir as instruções. Há quatro modelos de camisetas e cada uma saindo a R$99,90.

Ainda na rodada de ontem, surpresa com o Bauru surpreendendo o poderoso Rexona Rio, enquanto o catarinense Rio do Sul derrubava o também fortíssimo Sesi da Vila Leopoldina. Jogando em casa, no Panela de Pressão, Bauru botou o Rexona para cozinhar e meteu 3 a 1 em quase 2h3o de jogo. Venceu o 1º set por 26 a 24, o Rio empatou no 2º com 25 a 17, mas depois só deu Bauru com 25 a 22 e 27 a 25.

O Rio do Sul também jogou em casa, no Artenir Werner, e a partida também foi longa, 2h30 de bola voando em Rio do Sul, com o time local demolindo o Sesi no tie-break. As catarinenses fizeram 25 a 23 no 1º set, o Sesi reagiu com 25 a 15 no 2º e virou com 25 a 19 no 3º; mas o Rio do Sul empatou no 4º set com 25 a 21 e levou a decisão para o tie-break, vencendo por 15 a 12.

Enquanto isso no Liberatão de Osasco, o Vôlei Nestlé empacotava o São Bernardo 25 a 19, 25 a 12 e 25 a 9, verdadeiro passeio na modesta equipe do ABC. (Márcio Silvio)

 

FOTOS, João Pires

Levantadora Diana, a melhor do jogo.

Levantadora Diana, a melhor do jogo.

17. Time_João Pires

Sobre o Autor

admin

admin

CONTAGEM PARA 2018