Rexona Rio, o melhor do Brasil

 Extra!
Abril 26
16:43 2015

O Molico Osasco não jogou o que sabe, a central e capitã Thaísa ficou muito abaixo da média, assim como a ponteira Carcaces. Do outro lado da rede, um Rio de Janeiro furioso e acertando mais para fechar o clássico por 3 a 0, levantando o 10º título da Superliga Feminina.

Decisão na manhã de hoje na Arena da Barra, ginásio superlotado e com festa carioca. E começou com o Rexona Rio dando aquele passeio no 1º set. destaque para Natália com 9 pontos na parcial. Logo o time abre 4 a 1, e sentindo o perigo o técnico Luizomar de Moura pede tempo para correções. Não adiantou porque o Rio seguiu na pressão e amplia para 13 a 7.

Como Ivna não estava rendendo, Luizomar saca a jogadora para a entrada de Mari, que deu discreta melhoria, mas nada que pudesse ameaçar a superioridade carioca, que administrou a vantagem até fechar a parcial por 25 a 21.

Vem o 2º set, jogo mais equilibrado, mas com o Rio ainda tomando conta. A equipe do técnico Bernardinho escapa no placar, novamente com Natália se apresentando muito bem, dessa vez ao lado de Gabi – e a levantadora Fofão contribuiu com bolas muito bem trabalhadas.

Mas nesse set o técnico Luizomar de Moura conseguiu ajustar melhor o time, tanto que Osasco deu certa pressão e levou perigo à rede carioca. Na segunda parada técnica, 16 a 13 para o Rio, que depois mostrou mais eficiência para se manter à frente e fechar com 25 a 23.

O 3º set foi no mano a mano, Osasco cresceu na rede, chegou a tomar vantagem no marcador, e no 2 tempo técnico estava 16 a 15 para a equipe carioca. Jogo retomado, Natália mantém a força e faz 18 a 15, e diante disso o técnico Luizomar pede tempo.

E para desespero do treinador, Adenízia dá ponto de graça com erro de bola, Rio 19 a 15. No entanto, ele respira ao ver a fera Natália errar em seguida, 19 a 16. Para encostar de vez, ele mexe na formação, muda a tática, e comemora muito ao ver o bloqueio funcionar contra Natália, 19 a 17, e dessa vez quem pede tempo é Bernardinho.

Com uma grande jogada da camisa 1 Gabi, o Rio faz 21 a 17, aproximando-se da rota de chegada ao tricampeonato seguido do nacional. E novamente Natália aparece e faz 23 a 18, então a cubana Carcaces para no bloqueio e as cariocas comemoram o 24º ponto.

Com a bola do jogo, no entanto, tem bloqueio de Dani Lins que adia a final, 24 a 19. Na sequência, novamente investida da cubana Carcaces e com a bola sendo cem por cento carioca, 25 a 19, fim de papo na Arena da Barra.

Rio e Osasco fizeram a nona final de Superliga em 10 anos. Portanto, são velhos rivais, mas que disputam cada título como se fosse o primeiro. No total para o clube de Bernardinho, 10 conquistas.

E a vitória de hoje foi a terceira da equipe dele, que no 1º turno fez 3 a 0, com 3 a 2 no 2º. Agora o Rio conta 42 vitórias para 33 do Molico Osasco.

Na festa do título carioca, festa especial para a levantadora Fofão. Com essa conquista ela se despede profissionalmente do vôlei brasileiro. Aos 45 anos, ela foi a xerifona do Rio na final contra Osasco.

Mas ela ainda continua jogando, pois segue no Rexona Rio que vai disputar o Mundial de Clubes. Nesse torneio é que ela fará a despedida final do vôlei. A ponteira Natália foi a artilheira do clássico na Arena da Barra, 16 pontos, sendo 13 de ataque, 2 de bloqueio e 1 de saque. Do lado de Osasco a maior pontuadora foi a central Adenízia com 12 acertos, 6 de ataque e 6 de bloqueio. (Márcio Silvio)

 

PREMIAÇÕES INDIVIDUAIS

MELHOR SAQUE
Mimi Sosa, Rio do Sul
MELHOR ATACANTE
MAIOR PONTUADORA
Gabi, Rexona Rio
MELHOR BLOQUEIO
Carol, Rexona Rio
MELHOR RECEPÇÃO
Camila Brait, Molico Osasco
MELHOR DEFESA
Suelen, Sesi
MELHOR LEVANTADORA
Macris, Pinheiros
MELHOR JOGADORA
Fofão

01. 1º set 01. 2º set 01. 3º set

Técnico Bernardinho, 10 vezes campeão da Superliga; Gabi, maior pontuadora da temporada; e Fofão, melhor jogadora da final - trio respeitadíssimo.

Técnico Bernardinho, 10 vezes campeão da Superliga; Gabi, maior pontuadora da temporada; e Fofão, melhor jogadora da final – trio respeitadíssimo.

Panorâmica da Arena da Barra.

Panorâmica da Arena da Barra.

25. Rexona Rio

Sobre o Autor

admin

admin

CONTAGEM PARA 2018