Pela Liga Paulista, Osasco compartilha futsal mas sem jogos em casa

 Extra!
Pela Liga Paulista, Osasco compartilha futsal mas sem jogos em casa
Março 18
22:41 2015

Um pé em Osasco, outro em Itapeva, a 270 quilômetros de São Paulo. Nesta temporada, eis a rotina da equipe de futsal masculino na Liga Paulista.

Isso porque foi feito parceria com aquela cidade, ação que acaba ajudando as duas camisas – Osasco e a Associação Atlética Itapeva.

O acerto entre os clubes rolou no inicio de fevereiro. Itapeva queria a competição, o mesmo valendo pra Osasco, mas cada qual com impedimentos – Osasco não tinha vaga pra disputar o torneio, enquanto Itapeva contava com vaga adquirida.

Assim, a junção das partes acaba beneficiando geral, pois se Osasco vai pro jogo ao qual não tinha direito, Itapeva está em quadra sendo que não tinha equipe pra tal.

Portanto, os dois lados se dando bem nesse aperto de mãos. No entanto, Itapeva entra como titular e Osasco como sobrenome. Mas o que levou Osasco a correr atrás da parceria é o fator quadra, pois a cidade não conta com medidas oficiais, 40x20m.

Itapeva é uma cidade bem menor que a parceira, mas tem quadra nessa medida. E por conta disso todos os jogos da dobradinha serão lá, o que significa que pro torcedor osasquense, nada de jogos em casa.

A alternativa é colar na agenda dos treinos, pois o expediente da equipe é em Osasco, no Geodésico da Cidade das Flores. Repetindo, o mando de jogo é de Itapeva.

E pra garantir essa parceria, a Secretaria de Esportes de Osasco se responsabiliza por todos os custos – tudo mesmo. Itapeva entra com o nome e com a vaga.

Rogério Galvão é o secretário de Esportes daquela cidade, e informa que uma vaga na Liga Paulista custa R$100 mil. E quanto aos custos, ele confirmou que quase todas as despesas ficam pra Osasco.

Além da Liga Paulista, a parceria Itapeva/Osasco segue também pros Jogos Regionais e Copa Federação no segundo semestre.

Itapeva estava licenciada da Liga Paulista, sendo que o regulamento limita dois anos de licença. Mas o objetivo da Secretaria de Esportes de lá é municipalizar a equipe profissional pra ter um time local e não na forma alugada como tem agora com Osasco.

E na estreia da Liga Paulista a equipe pegou um dos monstros do futsal brasileiro, a Intelli de Orlândia. Pra piorar, jogo em Orlândia e com toda pressão da fanática torcida. Itapeva/Osasco perdeu, mas deixou a quadra com certa moral porque segurou o placar na contagem mínima, 1 a 0, gol marcado pelo ala Cabreúva.

E o torcedor disposto a acompanhar Osasco em quadra, tem que rodar até Itapeva na próxima sexta, quando a parceria cumpre a 2ª rodada da Liga Paulista, dessa vez contra Guaratinguetá, às 19h30. (Márcio Silvio)

18. Osasco x Orlândia1

Na rodada de estreia na LP, Osasco perdeu pela contagem mínima, Orlândia 1 a 0.

 

Sobre o Autor

admin

admin