Osasco recebe Prime Muay Thai dia 13

 Extra!
junho 01
15:08 2015

A luta do século é o MMA, as artes marciais mistas, que emplacam no mercado, nas mídias e terminam por revolucionar o sistema de atividades nas academias – boa parte já com octógono. Portanto, aqueles tradicionais equipamentos de treinos conhecidos no boxe e nas escolas de chutes não são mais suficientes. As academias querem artes marciais, mas também querem MMA.

Por outro lado, essa ampliação não significa algum tipo hegemonia do MMA. Não mesmo. Trata-se apenas de uma adequação à tal modernidade – as academias com lutas tradicionais, mexem no espaço e montam um octógono e se adaptam à demanda.

As demais artes de lutas seguem como sempre. Afinal, não há MMA sem as lutas tradicionais. E duas técnicas formam a primeira base das lutas mistas: uma é o jiu-jítsu, outra é o muay thai, o boxe tailandês. A primeira já contava com certa popularidade mundial, mas o muay thai seguia pelas beiradas.

Mas quando explodiu o K1 no Japão, o boxe tailandês ganhou notoriedade global e isso também refletiu na arte praticada no Brasil. Aos poucos as academias foram abrindo-se para o muay thai, e com o sucesso do MMA então, hoje essa luta é praticamente uma grife de modernidade, de status como ‘não mexe comigo porque luto muay thai’.

Agora são centenas e centenas de equipes de luta, essas equipes costumam levar os nomes dos respectivos mestres, e assim o boxe tailandês segue crescendo em popularidade. Quem duvida disso pode conferir o que rola em Osasco no próximo dia 13, com o Prime Muay Thai no poliespotivo Geodésico na Cidade das Flores.

Originariamente, essa luta é conhecida como a arte das oito armas, pois tem como ferramentas combinadas os punhos, os cotovelos, os joelhos e as canelas. E um exemplo de como essa técnica de luta cresce barbaridade, uma das equipes fortes para o Prime Muay Thai vem de Embu das Artes (foto acima), e é uma equipe da escola municipal de lá.

Paulinho, Dé, Léo e Roger são alguns dos destaques dessa moçadinha feroz que é comandada pelo mestre Ney Carvalho, que vem treinando forte há três meses para fazer bonito no ringue em Osasco. Para quem acha que por ser de Embu das Artes esses caras não vão chegar, é bom lembrar que Paulinho, Dé e Roger foram campeões no torneio organizado recentemente pela Gracie São Paulo, que é um dos principais eventos da modalidade.

Paulinho, por exemplo, tem ainda o título do Interestadual de Muay Thai e do Pan-americano de Artes Marciais, entre outros pódios. Roger também foi campeão pan-americano. Portanto, uma turminha brava está pegando forte nos treinos em Embu das Artes, com sangue nos olhos para o Prime Muay Thai daqui a 12 dias. (Márcio Silvio)

Sobre o Autor

admin

admin

CONTAGEM PARA 2018