Loguine inicia o ano inseguro no Santos

 Extra!
Janeiro 02
18:32 2016

Todo jogador reserva tem um só objetivo: ser titular. Mas a receita para chegar lá é elementar: muito treino, saber aproveitar as oportunidades quando for chamado e, o mais importante, ter muita, mas muita paciência e humildade. Ex-Osasco Audax, o meia Rafael Longuine se esforçou legal desde que se apresentou no Santos, mas as coisas não saíram como ele esperava.

Em abril ele assinou para três temporadas, o que significa que segue jogador do Peixe por mais duas. Por outro lado, isso não garante que ele esteja na Vila Belmiro para o Campeonato Paulista. Não foi bem utilizado pelo técnco Dorival Júnior, e parece que a diretoria não está mesmo satisfeita e que pode incluí-lo em transações.

Quando no Audax e pelo Paulistão o meia-atacante fez 8 gols, ficando a apenas 1 do artilheiro Ricardo Oliveira. Por conta dessa bela campanha ele foi contratado pelo Santos, só que não teve o espaço esperado. E quando teve, parece que não chegou a agradar o treinador.

Mas é início de preparação para o Campeonato Pauliista e a diretoria do Santos vive momento tenso para contratações, tanto que retorna atletas que estavam emprestados por aí.

Agora, a diretoria não acertou com o Marquinhos Gabriel e isso pode até ser bom para Longuine, ainda mais que o Santos está num planejamento orçamentário de economia – tanto que a história de trazer Paulinho, do Flamengo, segue emperrada.

Mas nada disso é certo e o ex-Osasco Audax inicia o ano naquela incerteza. Apesar disso, Longuine sabe do potencial que tem, como sabe que não lucrará nada ficando na reserva do Peixe por mais uma temporada.

Assim, se ele for envolvido em alguma transação que lhe garanta mais projeção, certamente não pensará duas vezes em deixar a Vila Belmiro – lembrando que ele segue vinculado ao Peixe. No final do ano o jogador promoveu jogo beneficente em Paranavaí, onde nasceu, e disse que estar no Santos é um sonho.

O Santos tem 39 jogadores, mas a diretoria já avisou que vai enxugar para 33. Muitos serão emprestados e, claro, os melhores do banco serão aproveitados. E seguindo a política de renovação, cerca de 18 atletas das bases do Santos deverão ser testados no time de cima.

E por falar em base, a garotada do Peixe bateu o sergipano Confiança, jogo deste sábado em Araraquara, 1 a 0 e pelo grupo 7 da Copa São Paulo de Futebol Júnior, gol do atacante Natan. (Márcio Silvio)

 

Sobre o Autor

admin

admin