IMAGENS DA HORA: 34s para Ronda Rousey

agosto 02
17:02 2015

A paraibana Bethe Correia exagerou nas provocações, tornou-se arrogante demais e isso fez com muitos brasileiros caíssem no desagrado. Uma coisa é o já conhecido falatório entre atletas que vão duelar, mas outra coisa é construir uma imagem vilã.

Bethe Pitbull quis forçar o marketing agressivo mas ultrapassou o limite do bom senso, falou muito e além da conta, e ao ir para o prometido massacre, andou na contramão. A americana Ronda Rousey continua campeã invicta dos galos e precisou de apenas 34 segundos para acabar com a brasileira falante.

Pior para Pitbull é que a campeã cresceu justamente dentro da técnica mais badalada da brasileira, a trocação. A paraibana gritou na pesagem, punhos cerrados na cara da americana e prometendo mão pesada e porradas até o nocaute.

No entanto, quem fez isso foi a campeã. Ontem Rousey foi para o octógono na Barra da Tijuca e foi com aquela carinha de animal como o torcedor já curte. Partiu para o atropelo e metralhou o rosto da desafiante. Bethe Pitbull caminhou para trás até colar no octógono para receber as pancadas finais e tombar gelatinosamente de cara no tablado.

“Em vez de pegá-la no clinche eu quis bater um pouco e todos viram o que aconteceu. Espero que seja a última vez que alguém fale sobre minha família antes de uma luta”, disparou a já sorridente Ronda Rousey e com o cinturão posto.

Na preliminar desse duelo principal do UFC 190, ouviu-se vaias na Arena da Tijuca quando Maurício Shogum era declarado vencedor sobre Rogério Minotouro. Repetindo o confronto deles no Pride 2005, Shogum levou a vitória por pontos, mas o público não gostou. Outro Nogueira, Rodrigo Minotauro, também perdeu por pontos no card principal, com os jurados dando 3 a 0 para o holandês Stefan Struve. (Márcio Silvio)

CARD PRELIMINAR

– O argentino Guido Cannetti venceu HUGO WOLVERINE por pontos (29 a 28, 29 a 28 e 29 a 28), categoria dos galos.
– VITOR MIRANDA nocauteou o americano Clint Hester aos 2min38 do 2º round, categoria dos médios.
– IURI MARAJÓ passou por LEANDRO ISSA, vitória por pontos (29 a 28, 29 a 28 e 29 a 27.
– WARLLEY ALVES finalizou o canadense Nordine Taleb com guilhotina aos 4min11 do 2º round, categoria dos médios.
– O americano Patrick Cummins nocauteou RAFAEL FEIJÃO aos 45 segundos do 3º round, categoria dos meio-pesados.
– DEMIAN MAIA finalizou o americano Neil Magny com mata-leão aos 2min52 do 2º round, categoria dos meio-médios.

CARD PRINCIPAL

– a americana Ronda Rousey nocauteou BETEHE PITBULL aos 34 segundos do 1º round – pelo cinturão dos pesos galo feminino.
– MAURÍCIO SHOGUN venceu ROGÉRIO MINOTOURO por pontos (29 a 28, 29 a 28 e 29 a 28), categoria dos pesados.
– GLAICO FRANÇA finalizou FERNANDO AÇOUGUEIRO com mata-leão aos 4min46 do 3º round e ficou com o título dos pesos leves do TUF Brasil 4.
– REGINALDO VIEIRA venceu DILENO LOPES por pontos (29 a 28, 29 a 28 e 30 a 27) e ficou com o título dos pesos galos do TUF Brasil 4.
– O holandês Stefan Struve venceu RODRIGO MINOTAURO por pontos (30 a 27, 30 a 27 e 30 a 27), categoria dos pesados.
ANTÔNIO PEZÃO nocauteou o australiano Soa Palelei aos 41 segundos do 2º round, categoria dos pesados.
– CLÁUDIA GADELHA venceu a americana Jessica Aguilar por pontos (30 a 17, 30 a 27 e 30 a 27).

(FOTOS, Alexandre Loureiro)11811508_772092216270455_2490424235494560729_n AL-UFC-20150801-5 AL-UFC-20150801-2 AL-UFC-20150801-6 AL-UFC-20150801-7 AL-UFC-20150801-8 AL-UFC-20150801-9 AL-UFC-20150801-10 AL-UFC-20150801-11 AL-UFC-20150801-13 AL-UFC-20150801-15 AL-UFC-20150801-16 AL-UFC-20150801-17 AL-UFC-20150801-20 AL-UFC-20150801-25 AL-UFC-20150801-26 AL-UFC-20150801-27 AL-UFC-20150801-23

(FOTOS, Daniel Ramalho)AL-UFC-20150801-28 DR-UFC-20150801-02 DR-UFC-20150801-03

Sobre o Autor

admin

admin

CONTAGEM PARA 2018