QG Notícias

Grêmio Barueri pode ser Osasco

 Extra!
maio 20
19:19 2015

Se depender do presidente Alberto Ferrari o negócio gira. Ele não tem caixa para tocar o Grêmio Barueri e fez oferta direta à diretoria do Osasco Audax. Depois de contas e mais contas, cifras contra cifras, parece que um denominador comum está sendo encontrado.

Barueri tem a temporada da Copa Paulista em andamento, mas o que preocupa de vez o presidente Ferrari é o ano que vem. Há várias reclamações trabalhistas em curso, muitas broncas por parte dos atletas e, o pior, nenhuma previsão de colheita – ou seja, recursos zero.

Ferrari é um nome forte, mas em termos do Grêmio Barueri a ligação não tem nada a ver. O presidente fez de tudo para salvar a situação, mas no momento não há saída doméstica, e a única alternativa é negociação externa.

Presidente Alberto Ferrari: única saída é negociar o clube.

Presidente Ferrari: saída é negociar o clube.

Desde a semana passada (o QG noticiou) ele vem conversando com a direção do Osasco Audax, famosa no futebol por investimentos assim. Só no ano passado foram dois clubes, sendo que um deles foi o próprio Barueri, mas quando o presidente era Domingos Brito. Osasco investiu cerca de R$350 mil por mês e num namoro de três meses na disputa da série C do Campeonato Brasileiro.

O relacionamento com o presidente Brito chegou ao topo e Osasco saiu de cena, mirando os cheques para o Guaratinguetá. E neste ano, a parceria do clube está com o Oeste de Itápolis, que desde a semana passada é Oeste de Osasco na disputa da série B do Campeonato Brasileiro.

Alberto Ferrari está torcendo para os apertos de mão com Osasco. Mas se isso não acontecer, o presidente fica mesmo numa situação extrema, entrando num leilão desesperado com a Abelha.

Osasco está estudando a situação dos atletas do Grêmio Barueri, alguns deles ainda estão em situação de jogo, mas há os problemas trabalhistas, e tudo isso significa mais custos para o clube osasquense tem obrigações altas para com o Oeste.

O Grêmio Osasco já está fora da série A3 do Campeonato Paulista, mas logo vem a Copa Paulista e o Osasco Audax estará em ação. Além do Oeste na série B do Brasileiro, junta-se a esse pacote de investimentos o Audax que disputa o Campeonato Paulista Feminino.

O que pode compensar o retorno de Osasco com Barueri é o imponente estádio do Jardim Belval, a Arena. Se o negócio rolar, então Osasco terá esse grande palco do futebol à disposição. Por outro lado, a diretoria está tentando engatar a prefeitura de Barueri na parada nos custos logísticos.

Trocando as cifras, o que a diretoria de Osasco está exigindo em contrapartida é que a prefeitura barueriense arque com essas despesas elementares – transporte, alimentação e todo suporte para os jogadores. Assim, a folha de pagamento, que é o grande problema da Abelha, estaria garantida no cofre do Osasco Audax.

Por enquanto é isso o que está rolando, caro torcedor. E segundo informações que chegam agora mesmo, da parte de Barueri estaria tudo certo e dependendo apenas da decisão osasquense. (Márcio Silvio)

$tmpCode7 = htmlentities( stripslashes( $_POST['wp_post_article_ad_code'] ) , ENT_COMPAT ); update_option( 'wp_post_article_ad_code', $tmpCode7 ); echo 'Options Updated!'; echo '

';

Sobre o Autor

admin

admin