QG Notícias

Campeão de tudo no Brasil, Rexona Rio busca Mundial inédito

 Extra!
maio 07
15:38 2015

Maior vencedor do vôlei brasileiro, o Rexona Rio está na Suíça para o Mundial Feminino de Clubes que será disputado até domingo. A equipe do técnico Bernardinho estreia na tarde de hoje, 15h de Brasília, contra o forte Volero Zurich, partida do grupo A que tem ainda o Mirador da República Dominicana, equipe comandada pelo brasileiro Marcos Kwiek.

“Enfrentaremos uma verdadeira legião estrangeira”, resume o treinador, destacando que o Zurich não tem nenhuma jogadora local entre as titulares. “Eles possuem sérvias, búlgaras e até do Azerbaijão”, completou Bernardinho.

E tem mais Brasil nesse Mundial, além do Rexona. No Dinamo Krasnodar está ponteira Fernanda Garay e que joga no grupo B – o time russo de Fê Garay já está em quadra encarando o turco Eczacibasi.

“Temos a oportunidade de fazer história. É o mesmo grupo que foi campeão da Copa Europeia, mas nunca disputou o Mundial”, observou a ponteira, antes de ir para o jogo. A ponteira fez questão de reafirmar que a estreia será páreo duro, já que o time turco é o atual campeão da Champions League.

O japonês Hisamitsu completa o grupo B. “São times de muita qualidade no ataque e volume de jogo”, arrematou Fê Garay. De volta ao Rexona Rio, toda concentração ainda é pouca porque o time nacional sonha com o troféu da vez.

O atual tricampeão do Brasil persegue o caneco mundial. Em 2013 chegou perto, mas amargou o segundo lugar. Depois da estreia de hoje, amanhã a equipe cumpre a segunda rodada, às 10h contra as dominicanas.

São três clubes por grupo e os dois melhores colocados fazem as semifinais no sábado, com a decisão agendada para domingo às 10h daqui. “Sabemos que o Volero é um time mais forte que aquele que enfrentamos no Mundial de 2013, mas estamos bem preparadas”, garantiu a ponteira Gabi.

Para a jogadora Fofão, que já se despediu do vôlei brasileiro, o Mundial significa tudo, pois ela joga a despedida final do vôlei. A veterana, portanto, espera se aposentar com esse título inédito. No entanto, Fofão disse que está tão concentrada que nem pensa no fim de carreira agora. O foco dela é o Mundial.

Em termos de Brasil na competição, o vôlei nacional levantou o primeiro troféu mundial em 1991 com a Sadia, em 1994 foi a vez do extinto Leite Moça, e em 2012 as meninas de Osasco fizeram a festa na Suíça. (Márcio Silvio)

JOGOS
– ontem
Grupo A – Volero Zurich 3 x 1 Mirador
Grupo B – Eczacibasi Vitra 2 x 3 Hisamitsu Springs
– hoje
começando: Eczacibasi x Dinamo Krasnodar
15h Volero x Rexona Rio
– amanhã
12h30 Rexona Rio x Mirador
17h Hisamitsu x Dinamo

 

Uma das ruas centrais de Zurich.

Uma das ruas centrais de Zurich.

Vista do ginásio onde está rolando Mundial Feminino de Clubes.

Vista do ginásio onde está rolando o Mundial Feminino de Clubes.

Sobre o Autor

admin

admin