Tragédia em Mariana ressuscita Código de Mineração

 Extra!
novembro 16
18:33 2015

O impacto da tragédia em Mariana é avassalador, mas com a barbárie que assola o mundo a partir do terrorismo em Paris, parece que esse trágico em Minas Gerais fica em segundo plano.

As mineradoras são um fundo de caixa eleitoral importante, mas agora deve ficar difícil para sustentar qualquer lobby. O caso com a Samarco ressuscita projeto de lei para um novo Código de Mineração, texto que vem desde 2013.

Mas até então, nenhum andamento a respeito. Mas agora explode essa tragédia e o Congresso não tem como fazer de conta que não vê. A discussão em Brasília, caso volte mesmo à tona, tratará de aumentar a amplitude do seguro ambiental – cobrindo casos onde aconteça contaminação da água ou do solo. Leonardo Quintão (PMDB/MG) é o relator da matéria e é favorável que esse seguro também cubra danos sociais e materiais.

Enquanto isso, a prefeitura de Mariana encerra o recebimento de donativos para as vítimas da Samarco. A prefeitura vai cuidar de tudo o que foi recebido até ontem e proceder a distribuição. O cuidado ao encerrar o recebimento de doações é para que não haja desperdícios. Mas doações em dinheiro seguem nas contas municipais.

As barragens Fundão e Santarém se romperam e 62 milhões de  metros cúbicos de lixo de mineração invadiram os distritos de Mariana, Bento Rodrigues, Águas Claras, Ponte do Gama, Paracatu, Pedras e Barra Longa, além de decretar à morte o Rio Doce

A tragédia aconteceu no dia 5 passado e até anteontem a lista de desaparecidos contava 15 pessoas. Quatro corpos aguardam por identificação, aumentando para 11 o número de vítimas fatais. (Márcio Silvio)

Sobre o Autor

admin

admin