Tragédia aérea e mais de 200 mortos

 Extra!
outubro 31
17:45 2015

Mais uma tragédia aérea, dessa vez no Egito, com destino fatal para passageiros e tripulantes do Airbus A321, que decolou das imediações do Mar Vermelho, Península do Sinai, rumo a São Petesburgo, Rússia. A aeronave contava 217 passageiros (17 crianças) e sete tripulantes, somando 224 vítimas. Pouco tempo após levantar voo foi solicitado pouso de emergência no Cairo, e a50 metros da pista o avião caiu sem deixar sobreviventes.

Mais de 150 corpos já localizado, como a caixa preta. Lamentável é que esse desastre poderia ter sido evitado caso a companhia aérea considerasse relato da tripulação entregue dias atrás, acusando problemas de motor.

O avião fabricado em 1997, tinha mais de 56 mil horas de voo para cerca de 21 mil viagens e a companhia garante que a aeronave estava em perfeitas condições. No entanto, há a questão de terrorismo em pauta por conta de um grupo denominado Estado Islâmica reivindicando a autoria do ataque. Por outro lado, especialistas avisam que o avião voava numa altura fora do alcance de qualquer ataque partindo do solo.

O voo 9268 partiu de Sharm el-Sheikh (foto acima) à 1h51 de Brasília, 6h51 local, e com previsão de chegada às 12h10 de São Petesburgo, 7h10 de Brasília. E segundo o controle aéreo de Chipre, o avião desapareceu do radar 23 minutos após a decolagem e a 9.400m de altitude. (Márcio Silvio)

31. Avião russo 1

Sobre o Autor

admin

admin

CONTAGEM PARA 2018