Taxa de mortalidade infantil cai 23% em Osasco

 Extra!
outubro 22
19:50 2015

Durante a Audiência Pública de Prestação de Contas relativa ao segundo semestre, a Secretaria de Saúde divulgou queda de 23 por cento da taxa de mortalidade infantil. “É uma grande conquista na história de Osasco”, destacou o prefeito Jorge Lapas, apontando para várias melhorias no atendimento materno e ao recém-nascido.

O médico José Amando Mota é o secretário de Saúde e aponta que em 2013, a cada mil nascimentos foram treze mortes de crianças com até 12 meses; neste ano o índice está em 10 óbitos por mil nascimentos. E segundo a Secretaria de Comunicação da prefeitura, os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística mostram que a média de mortes de crianças de até 1 ano (para cada mil nascimentos) aproxima-se de 15 óbitos no País.

Para o prefeito Lapas, a melhoria do atendimento ao recém-nascido também passa pela promoção do aleitamento materno, mais a expansão da imunização. “Temos o privilégio de contar com uma equipe de profissionais comprometidos, onde o único objetivo é a melhoria da vida dos cidadãos de Osasco”, complementou o secretário José Amando Mota.

Jorge Lapas destacou que quando a prefeitura realiza obras de saneamento básico, canalizando córregos e urbanizando áreas antes tomadas por favelas, o resultado é a qualidade de vida para cidadãos que até então viviam em estado de extremo abandono. Para ele, tudo está interligado e essa queda da mortalidade infantil é sinal mais que positivo. “Estamos no caminho certo”, comemorou. (Márcio Silvio)

 

Sobre o Autor

admin

admin

CONTAGEM PARA 2018