SP: ação municipal na cracolândia coloca direitos humanos em alerta

 Extra!
SP: ação municipal na cracolândia coloca direitos humanos em alerta
junho 13
11:23 2017

A cracolândia tem sido uma das grandes vergonhas sociais de São Paulo. A gigantesca cidade tem convivido com um território dominado pelo crime e intocável até agora. Batidas policiais e outros procedimentos foram meras ocorrências, sem nada de efetivo para tratar da causa.

A prefeitura de São Paulo coloca o dedo na ferida e isso já incomoda muita gente ligada aos direitos humanos, atenta a qualquer ato que entenda ser violação constitucional.

O fato é que o prefeito João Doria mostra braço de ferro ao encarar esse desafio. O paulistano marginalizava a cracolândia, passava de largo e entortava o nariz para aquela tragédia social; agora que a prefeitura está agindo, surge um punhado de cuidadores medindo as ações municipais e chamando até os criminosos de irmãos.

A última ação de Doria e que aquece as discussões de alas dos direitos humanos tem a ver com o programa da passagem de graça para o cidadão da cracolândia desejoso de deixar São Paulo e voltar para a terra de origem.

Felipe Sabará é o secretário de Assistência Social e divulgou ação comprando passagem para que um cidadão resgatado voltasse para Maranhão. “A proposta é ampliar isso, mas os termos e condições serão definidos até o fim deste mês”, explicou Sabará.

Os que condenam o procedimento alegam que o simples fato de perguntar a um da cracolândia se ele quer deixar a cidade já é uma infração constitucional. Dizem ainda que a pessoa só deve deixar a cidade por livre e espontânea vontade, sem nenhum tipo de interferência.

Isso à parte, os traficantes não abandonaram as ruas da cracolândia. Eles dão um jeito e a alimentação do vício consegue burlar a vigilância. Ontem mesmo, um número expressivo de drogados tomou conta da Praça Princesa Isabel, onde o crack era a pedra da vez.

Segundo a Assistência Social da prefeitura, 53 internações voluntárias foram feitas ontem. Esse programa de internações, aliás, é outro ponto que sofre intensos ataques de alas ligadas aos direitos humanos.

 

📸 Mastrângelo Reino

 

Compartilhar

Sobre o Autor

Marcio Silvio

Marcio Silvio