Por viagem romântica, vereador dá o golpe do atestado médico

 Extra!
Por viagem romântica, vereador dá o golpe do atestado médico
dezembro 21
09:32 2017

Quantos trabalhadores e estudantes já criaram alguma situação para terem o benefício do atestado médico, não é? Esse documento garante abono por falta e sem nenhum tipo de comprometimento; e no caso trabalhista, nenhum desconto salarial.

E um caso é destaque agora por envolver um parlamentar, vereador em Praia Grande e que caiu nas garras do Ministério Público. Por viagem romântica com a namorada, Marco Antônio de Souza (PMN), o Marquinho, entrou com atestado médico para ter abono em sessão da Câmara.

 

 

 

O caso é de 2012, quando a passagem foi comprada, sendo que o casal viajou em abril do ano seguinte para o Panamá. O atestado foi assinado por um médico que é amigo do vereador, justificando pressão alta e depressão.

Mas alguém denunciou e o MP entrou em cena e logo desconfiou de o atestado não apresentar nenhuma recomendação de exame. Apurando mais, logo os fatos se revelaram e a casa caiu para os envolvidos. Mas em questão de valores o vereador e o médico não sentem muito no bolso porque a promotoria penaliza ambos com R$ mil apenas, sendo que o parlamentar tem que devolver os R$2,5 mil referentes à ausência justificada.

Até aí beleza, eles pagam e tudo bem, só que o MP não quer que fique nisso e recorre para perda dos direitos políticos do vereador – o processo já está no Tribunal de Justiça de São Paulo.

Compartilhar

Sobre o Autor

Marcio Silvio

Marcio Silvio