Pirapora, de novo, vive o descaso das autoridades com espuma e mau cheiro

junho 22
15:29 2015

Uma rotina que até havia sumido. Mas que agora reaparece e mais  uma vez a cidade de Pirapora do Bom Jesus está coberta pela espuma fétida produzida pelo Rio Tietê devido a poluição e despejos ocorridos pela Capital e cidades por onde passa a correnteza  até chegar ao município,  quando antes passa por pedreiras e o rebatimento ligado ao vento transforma a água poluída em espuma. Uma tristeza para os moradores dessa cidade tão linda, pacata e religiosa. Mais uma vez a mão do homem prejudicando a natureza e o governo não fazendo nada para limpar e despoluir  esse importante rio. 

O fenômeno ocorre na cidade há mais de 40 anos. De acordo com um relatório da Cetesb, “as descargas indiscriminadas de detergentes nas águas levam à formação de espumas, como ocorre no Rio Tietê ao longo das cidades de Santana do Parnaíba, Salto e Pirapora do Bom Jesus. Um dos casos mais críticos de formação de espumas, talvez no mundo inteiro, ocorre no município de Pirapora do Bom Jesus, que recebe seus esgotos em grande parte sem tratamento. A existência de corredeiras leva ao desprendimento de espumas que formam continuamente camadas de pelo menos 50 cm sobre o leito do rio. Sob a ação dos ventos, a espuma, contaminada biologicamente, se espalha sobre a cidade, impregnando-se na superfície do solo e dos materiais, tornando-os oleosos.” (Com conteúdo Folha de Alphaville)

CONTAGEM PARA 2018