Ministério Público enquadra Câmara de Cotia por 145 cargos irregulares

 Extra!
Ministério Público enquadra Câmara de Cotia por 145 cargos irregulares
Janeiro 20
18:18 2017

Vários cargos administrativos na Câmara de Cotia estavam ocupados por funcionários não concursados. O Ministério Público investigou e consegue decisão judicial para condenar o Legislativo por improbidade administrativa, especificamente dois vereadores e outros dois ex-vereadores.

No ano passado eles atuavam na Mesa Diretora da Câmara, justamente o órgão responsável por cargos e outros serviços. Segundo o MP, os quatro beneficiaram 146 funcionários comissionados para áreas técnicas, burocráticas e operacionais, cargos que, ainda conforme o MP, são para concursados.

Os ex-vereadores condenados são José Lino Gomes, o Lino da Saúde, e Luiz Gustavo Napolitano; e os dois vereadores reeleitos são José Marcos da Silva, o Marcos Nena, e Arildo Gomes Pereira.

Agora o Poder Judiciário decreta a nulidade de todas aquelas nomeações irregulares. E mais: a Câmara de Cotia está proibida de novas nomeações, salvo para funcionários concursados. E caso haja alguma quebra dessa proibição o Legislativo arcará com multa de R$20 mil por nomeação.

Quanto aos dois ex-vereadores e aos dois vereadores, sobra pagamento de multa civil estipulada em dez vezes o salário atual da Câmara.

Compartilhar

Sobre o Autor

Marcio Silvio

Marcio Silvio