OSASCO: Início das obras de Urbanização do Rochdale terá o ministro das Cidades Gilberto Kassab

julho 29
01:13 2015

Um marco na história de um bairro que sempre viveu rotineiramente em período de chuvas com o sofrimento de enchentes. A Prefeitura de Osasco e o Ministério das Cidades iniciam no sábado, 1º de agosto às 15 hs, a urbanização do Rochdale, na zona Norte; esse é o maior investimento feito até agora no entorno do bairro. A região sofre há mais de 50 anos com enchentes e após as obras será um lugar que oferecerá mais qualidade de vida à população. O local para o início das obras é Avenida Brasil com a rua Cuiabá e terá a presença de Gilberto Kassab, ministro das Cidades, que retorna à região pouco mais de 72 horas depois de visitar a sede do Cioeste em Alphaville, Barueri, com sete prefeitos da Região.

Inicialmente serão executadas as obras de canalização de mais um importante trecho do Braço Morto do Tietê. Os recursos utilizados pela Prefeitura para executar este importante projeto de urbanização do Rochdale são provenientes do PAC 2 do Governo Federal.

O projeto prevê a abertura de duas novas avenidas, totalizando 2,5 km de novas vias ligando o Rochdale ao Parque Mazzei e Industrial Anhanguera e Bonança. Também está garantida a implantação de um parque linear com áreas de lazer, quadras poliesportivas, playgrounds e um centro comunitário.

“São melhorias que transformarão a região e preparam o caminho para o futuro. Novas avenidas que facilitam a mobilidade, escolas que dão orgulho aos nossos alunos e professores, unidades de saúde, habitação de qualidade e combate às enchentes”, disse o prefeito Jorge Lapas, destacando que “este é um momento especial para a zona Norte, que se transformará em um grande canteiro de obras”, completa.

Nas obras de urbanização do Rochdale também estão incluídas a entrega de apartamentos para 1500 famílias cadastradas em um amplo programa de habitação. As primeiras famílias já pegaram as chaves dos novos 200 apartamentos do Conjunto Flor de Lis, no Jardim Belmonte, em março deste ano, que também recebeu outras 100 famílias que viviam em área de risco no Jardim Santa Rita.

 

Sobre o Autor

admin

admin