Gigantes do tabaco projetando futuro com o cigarro eletrônico

 Extra!
Gigantes do tabaco projetando futuro com o cigarro eletrônico
julho 21
12:28 2017

A indústria do tabaco acompanha a queda mundial do consumo de cigarro, queda vertiginosa ano a ano. Ainda que o número de ex-fumantes cresce positivamente, os dados da Organização Mundial de Saúde seguem nos 7 milhões de vítimas fatais por ano, em decorrência do fumo. Mas toda empresa trabalha com adequação aos novos conceitos, e as do tabagismo não ficam de fora. E para sobreviver nessa nova ordem onde a qualidade de vida é lição de casa, as indústrias falam da evolução do cigarro.

Portanto, a era do tabagismo está em mutação feito período glacial. O cigarro de agora, em alguns anos serão peças de museu. A gigante Philip Morris já se organiza para uma ação fortíssima com o smoke-free, a evolução para o cigarro eletrônico. Entrando diretamente no front pela saúde e pelo mundo sem fumaça, a empresa avisa que o cigarro do futuro não tem o impacto nocivo do convencional.

Mas esse tipo de cigarro não é novidade no mercado e tem muita demanda em vários países. Até o final do ano a empresa espera que o produto tenha expansão na América do Sul, onde a Colômbia se destaca como única consumidora.

Numa linguagem mais técnica o cigarro eletrônico é carimbado como produto de risco reduzido, mas o fato é que ainda as discussões médicas sobre isso seguem abertas e não há unanimidade. No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância em Saúde proíbe a importação do cigarro eletrônico ou de qualquer produto afim, mas essa nova política do tabagismo vai entrar em discussão brevemente, tanto que a Souza Cruz, outra gigante do ramo e líder no mercado nacional, também está migrando para o cigarro do futuro.

Enquanto o cigarro tradicional queima o tabaco, o eletrônico o aquece. Assim, segundo as duas grandes empresas, o cigarro do futuro perde o potencial de risco. Mas como já foi dito, a comunidade médica não é unânime quanto a isso e, por ora, no Brasil as fronteiras estão fechadas para o produto.

Compartilhar

Sobre o Autor

Marcio Silvio

Marcio Silvio