Depois da 25 de Março, dá-lhe Calçadão de Osasco!

 Extra!
Depois da 25 de Março, dá-lhe Calçadão de Osasco!
novembro 29
12:19 2017

Quem não quer ir à 25 de Março para encher a sacola, parte para o Calçadão de Osasco, segundo maior shopping a céu aberto do estado. São quatro quarteirões privados para o comércio, fazendo o entorno da principal rua da cidade, a Antônio Agu.

O movimento é intenso o ano todo, em todos os feriados e, claro, nessa época do ano a agitação é monstruosa. Afinal, são mais de 1.500 estabelecimentos, sem contar os do shopping que fica bem no centrão.

Portanto, Osasco é aquela festa quando se trata de compras, tanto que estimativas da prefeitura apontam que são mais de 350 pessoas por dia nesse polo – isso em período normal. Agora que o fim de ano se aproxima…

Por outro lado, esse gigantismo do comércio chama atenção para uma questão igualmente real, a criminalidade. A Guarda Civil entra com a Operação Natal Seguro a partir do dia 1º, ação que se estende até a véspera do Natal. Até lá, o cidadão terá reforço por todo Calçadão das 10 às 22h.

A corporação disponibiliza 150 homens em viaturas, motos e bikes. Mas atenção porque esse trabalho não se restringe ao centro de Osasco, mas a missão é cobrir os principais bairros das zonas Sul e Norte. Na zona Sul estão na lista Presidente Altino, Jardim Roberto, Praça do Salgado, Vila Pestana, Bela Vista, Jardim D´Abril, Jardim Veloso, Santo Antônio, Vila Yara, Campesina; na zona Norte constam Jardim Helena Maria, Rochdale, Vila dos Remédios, Jardim Baronesa, Jardim Mutinga.

Muitas ocorrências dão-se por descuidos do cidadão, sendo que a maioria das causas está ligada ao uso indiscriminado do celular – o consumidor consegue pegar o produto, ir ao caixa, efetuar o pagamento e totalmente distraído ao telefone; naturalmente que jamais vai notar que está sendo observado e seguido.

De volta às compras do Calçadão, os preços batem mesmo de frente com as grandes promoções da Capital, tanto que muitos sacoleiros são de cidades vizinhas, até mesmo a partir do Butantã que já pertence a São Paulo. Outra coisa que chama atenção dos visitantes é o preço dos estacionamentos, se comparados com os da 25 de Março, além do fácil acesso via Metrô e CPTM.

Ainda sobre a movimentação no centro de Osasco, a Associação Comercial e Empresarial estima 1,5 milhão de consumidores por dia nessa época do ano. E não é por menos, pois no Calçadão encontra-se de tudo – de eletrônicos expostos ao chão por marreteiros de todas as partes até produtos de alta qualidade em lojas requintadas e para um consumidor que pode pagar bem.

 

Compartilhar

Sobre o Autor

Marcio Silvio

Marcio Silvio