Brasileiros vítimas em Paris estão bem, segundo consulado

 Extra!
novembro 14
14:49 2015

Foram três tiros nas costas. Trata-se de um arquiteto e que sobrevive ao horror de ontem em Paris, atentado que aumenta a mancha de sangue em nossa civilização. Maria Edileuza Fontenele Reis é a cônsul-geral do Brasil na França, e informa que o brasileiro passa bem.

A identidade dele não foi divulgada, e além do arquiteto havia mais um brasileiro (uma estudante) no restaurante Le Petit Cambodge, região do Canal Saint-Martin. No local, 14 pessoas foram assassinadas. Os brasileiros seguem hospitalizados, mas em locais diferentes.

A imprensa francesa divulga que os terroristas dispararam até 30 tiros com armas automáticas no múltiplo ataque que deixa o mundo todo de luto – grupo Estado Islâmico reivindica a autoria do atentado que matou 127 pessoas e com 180 feridos. Foram seis pontos de ação terrorista em Paris, todos locais de intensa movimentação.

Oito homens-bomba e atiradores foram mortos nessa barbárie. Em retalização, o presidente François Hollande declara guerra impiedosa aos terroristas. O país está sob estado de emergência, as fronteiras encontram-se reforçadas e o governo pode fechar espaços públicos e até impor toque de recolher, se for o caso.

Neste sábado não há movimentação em escolas, museus, bibliotecas, clubes de lazer ou mercados. Tudo fechado em Paris. Toda atividade esportiva também está cancelada.

Os ataques aconteceram no Bar La Belle Equipe, 19 mortos; no Bar Le Carillon e restaurante Le Petit Cambodge, 14 mortos; restaurante La Casa Nostra, 5 mortos; estádio Stade de France, 3 mortos (terroristas); casa de show Bataclan, 80 mortos. (Márcio Silvio)

14. Paris 3

Sobre o Autor

admin

admin