Brasil é o 2º colocado entre os 63 países mais corruptos

 Extra!
Brasil é o 2º colocado entre os 63 países mais corruptos
junho 01
07:58 2017

Existe um mecanismo capaz de fotografar o Brasil dentro desse vulcão político que parece não ter fim? Sim, existe, mas é uma ferramenta externa, nada a ver com pesquisas ou qualquer procedimento analítico daqui. Quem monitora os riscos dos países é o Relatório Global de Competitividade, que também avalia o crescimento econômico e outros fatores.

Naturalmente que o Brasil está no ranking divulgado ontem, mas numa escala que mostra muito bem a imagem nacional no contexto mundial. Dos 63 países envolvidos por corrupções, a pátria amada é a 2ª colocada e quem lidera o ranking de corrupção é a Venezuela.

Além disso tem a economia brasileira com indicação em queda, indo na contramão dos analistas do governo. Os dados apontam que as cifras do País despencam para a zona baixa desse ranking – nesse quesito o Brasil é o 61º colocado.

Portanto, em termos de corrupção a nação está lá no topo do ranking, mas em termos de competitividade e de mercado, lá embaixo. Por outro lado, o combate à corrupção tem sido destaque internacional e, nesse aspecto, o Brasil ganha nota azul.

Mas o Relatório Global conta outros itens como governabilidade, educação, transparência, negócios etc. Tudo isso é colocado na balança e confrontado no cenário internacional, de onde o ranking é formado.

Claro que ser for para entrar nesse assunto de forma técnica, o vocabulário exigiria termos específicos e complexos. Portanto, sem  aprofundamento no tema, fica esse destaque internacional do Relatório Global marcando o Brasil em segundo lugar no quadro da corrupção, atrás apenas da líder Venezuela.

NOTINHA
– o ranking partiu do Fórum Econômico Mundial, que desde os anos 80 vem divulgando relatórios estatísticos nacionais e internacionais.

Compartilhar

Sobre o Autor

Marcio Silvio

Marcio Silvio