Argentina discute reduzir maioridade penal de 16 para 14 anos

 Extra!
Argentina discute reduzir maioridade penal de 16 para 14 anos
Janeiro 12
18:26 2017

A Argentina é logo ali, há um movimento intenso de sacoleiros aproveitando boas oportunidades de negócios; e a Argentina também é logo ali quando o assunto é futebol, já que essa vizinhança com o Brasil explode dentro das quatro linhas. E não apenas no futebol. Qualquer duelo entre as parte chama atenção seja qual modalidade esportiva ou evento for. Enfim, o brasileiro está sempre antenado na competitividade de los hermanos. E em outras áreas, como andam as coisas?

Em muitos aspectos os países seguem rumos diferentes. E agora que o Brasil passa por uma crise acentuada por conta das guerras de gangues do narcotráfico, essa crise torna-se vitrine no mundo todo.

Enquanto no país há um quadro de profissionais dedicados a justificar socialmente a ação dos criminosos, apontando para a falta de estrutura do estado, na Argentina o caldo engrossaria porque esses juristas daqui não teriam voz alguma por lá.

O primeiro ponto é que na Argentina a maioridade penal já é de 16 anos, idade que aqui no Brasil o delinquente é tratado no mimimi. Para a Justiça argentina, nessa idade o sujeito já responde como adulto perante a lei.

O Brasil ainda trata desse tema com receio. E enquanto as coisas acontecem por aqui e o sangue jorra, na vizinha Argentina a Justiça já tem proposta para reduzir ainda mais a maioridade penal, de 16 para 14 anos.

O presidente Mauricio Macri (acima) já tem um grupo de juristas discutindo o projeto, ao lado de educadores e demais especialistas sociais. Só para reforçar, a justificativa do governo argentino é que as normas do momento já estão ultrapassadas.

No Brasil, a atuação dos menores na alta bandidagem é uma realidade lamentável. São verdadeiros soldados de infantaria cometendo barbáries sobre barbáries e sempre em nome do comando do tráfico internacional a partir do crime organizado de São Paulo e do Rio de Janeiro.

12. Argentina 2

Compartilhar

Sobre o Autor

Marcio Silvio

Marcio Silvio