100 anos da Revolução Bolchevique tem marcha reduzida na Rússia

 Extra!
100 anos da Revolução Bolchevique tem marcha reduzida na Rússia
novembro 07
20:20 2017

Neste 7 de novembro os comunistas celebram o centenário da Revolução Bolchevique. De 1917 para a Rússia de hoje, quantas mudanças. Um marco político para os militantes, mas que passou batido do próprio governo russo.

A prefeitura de Moscou reservou um espaço para a marcha e limitando a 5 mil pessoas – não chegou a isso. E havia representantes da Itália, da Espanha (Catalunha) da Grécia, da Turquia, da China, de Cuba e do Vietnã; da América do Sul teve Argentina, Colômbia, Chile e Brasil. A marcha foi organizada pelo Partido Comunista da Federação Russa.

Os comunistas brasileiros marcharam com o grito de ‘Fora, Temer’. Participaram o deputado estadual Eliomar Coelho (PSOL/RJ) e a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB/RJ).

Enquanto os brasileiros gritavam contra Temer, os comunistas russos iam contra Putin. Apesar de ser a segunda maior força política do país, o Partido Comunista não consegue emplacar oposição eficiente ao governo.

Na época da União Soviética, 7 de novembro era feriado geral e com direito a desfile marcial de gala na Praça Vermelha. Mesmo após a queda da URSS a data seguiu sendo comemorada em grandeza mas aos poucos foi perdendo o brilho.

Em 2005 o presidente Vladimir Putin retirou o 7 de novembro dos feriados populares, transformando-o num dia útil qualquer. E mais: transportou aquele 7 de novembro de 1917 para o 7 de novembro de 1941, quando o Exército Vermelho partiu para o front contra os nazistas.

Com isso, Putin redireciona o 7 de novembro bolchevique para o 7 de novembro da vitória soviética sobre os alemães. Assim, na parada militar de hoje na Praça Vermelha a celebração foi ao Exército Vermelho na II Guerra.

Em 1917 a revolução explodiu com Vladimir Lenin, insurreição que levou à guerra civil no ano seguinte e que iria até 1922 e ao surgimento da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.

 

NOTINHA
– bolchevique significa majoritário e referia-se ao Partido Operário Social-Democrata Russo, cujo líder era o próprio Lenin.

 

 

 

 

Não é preciso traduzir o que essa brasileira está dizendo, não é?

Compartilhar

Sobre o Autor

Marcio Silvio

Marcio Silvio

CONTAGEM PARA 2018